PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Gomes conquista medalha de bronze nos 200m rasos no T37

Ricardo Gomes leva medalha de bronze nos 200m rasos da classe T37 - REUTERS/Marko Djurica
Ricardo Gomes leva medalha de bronze nos 200m rasos da classe T37 Imagem: REUTERS/Marko Djurica

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/09/2021 22h40

O velocista Ricardo Gomes precisou de apenas dois anos no esporte paralímpico para conquistar uma medalha. Ele faturou o bronze nos 200 metros rasos da classe T37 (atletas andantes com paralisia cerebral) nas Paralimpíadas de Tóquio na noite desta sexta-feira (no horário de Brasília).

O brasileiro largou na raia 5 e, em prova forte, fez 22s62 para assegurar a terceira colocação. O tempo foi a melhor marca pessoal de Ricardo, que disputa pela primeira vez os Jogos Paralímpicos.

O campeão foi o norte-americano Nick Mayhugh, com 21s91, um novo recorde paralímpico e mundial. Já a prata ficou com o russo Andrei Vdovin, com 22s24.

O brasileiro Christian Gabriel também disputou a final, e terminou apenas na oitava colocação, com 23s49.

O bronze de Ricardo Gomes foi o único do Brasil nas finais do atletismo realizadas na noite desta sexta-feira nas Paralimpíadas. E veio com a sua melhor marca nos 200m T37.

Em Tóquio, o atleta de 31 anos, de Natividade (RJ), já havia participado da final dos 100m, ficando em quinto lugar. E não conseguiu avançar para a disputa de medalha com a equipe do revezamento 4x100 metros universal.

Com esse resultado, o atletismo brasileiro passa a somar 23 medalhas nas Paralimpíadas de Tóquio, com oito ouros, seis pratas e nove bronzes.