PUBLICIDADE
Topo

Com recorde, Julyana da Silva é bronze no lançamento de disco

Julyana da Silva conquista bronze no lançamento de disco em Tóquio - Miriam/CPB
Julyana da Silva conquista bronze no lançamento de disco em Tóquio Imagem: Miriam/CPB

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/08/2021 00h55

A brasileira Julyana Cristina da Silva conquistou a medalha de bronze no lançamento de disco da classe F57 (para atletas cadeirantes) nas Paralimpíadas de Tóquio.

Julyana assegurou a medalha com a marca de 30,49m em sua terceira tentativa, estabelecendo um novo recorde das Américas. O ouro ficou com Mokhigul Khamdamova, do Uzbequistão, com 31,46m. Nassima Saifi, da Argélia, conquistou a prata com 30,81m.

Nona a competir, a brasileira realizou seis tentativas válidas, marcando 30,36m na primeira, 30,28m na segunda, 30,49m na terceira. Na sequência, ela fez 29,41m, 28,66m e 29,63m.

Julyana nasceu prematuramente, e com uma má formação na perna direita, que foi amputada após complicações de várias cirurgias de reconstrução. Ela iniciou no esporte paralímpico aos 16 anos, e hoje, aos 26, foi medalhista paralímpica em Tóquio.

A brasileira Tuany Barbosa Siqueira também participou da prova, e terminou na 11ª colocação, com 21,30m, sua melhor marca pessoal.

O bronze de Julyana foi mais uma medalha conquistada pelo Brasil no quarto dia de competições das Paralimpíadas. Também no atletismo, Thalita Simplicio ganhou a prata nos 400 metros da classe T11. O país agora soma 19 pódios, com seis ouros, cinco pratas e oito bronzes.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado anteriormente, Julyana Cristina da Silva conquistou a medalha de bronze no lançamento de disco da classe F57, e não a de prata. O erro foi corrigido.