PUBLICIDADE
Topo

Olimpíadas

Isaquias dedica medalha a brasileiros e aos que perderam parentes com covid

Demétrio Vecchioli

Do UOL, em Tóquio

07/08/2021 00h12

Ouro na canoagem velocidade categoria C1 1.000m nas Olimpíadas de Tóquio, Isaquias Queiroz comemorou a conquista, sua quinta medalha em Jogos Olímpicos. Após a vitória, disse que é "diferente" ganhar o ouro e dedicou a conquista ao povo brasileiro.

"Presente para toda família brasileira, que passou por muitos desafios ao longo desses anos. Covid, vários familiares morrendo por causa dessa doença. Dedico a cada um dessas famílias que perderam um ente querido", ele disse em entrevista à TV Globo. "Eu tô feliz, mais feliz ainda por vocês estarem felizes, eu prometi e fui atrás", completou.

Isaquias também agradeceu ao carinho das pessoas que mandaram mensagens de apoio ao brasileiro após o 4º lugar na canoagem C2 o que o "ajudou bastante".

"Eu e Lauro (Souza Jr, treinador de Isaquias) sabemos que a vitória é nossa, mas o apoio é da torcida brasileira", disse ele. "Depois do C2 eu recebi muita mensagem de elogio, carinho, e isso de todos os brasileiros. Não teve uma mensagem me criticando, só carinho e apoio. Eu fiquei muito feliz e isso me ajudou bastante", acrescentou.

O campeão também recebeu ao vivo uma mensagem do filho, Sebastian, que desejou a ele um feliz Dia dos Pais, data que no Brasil será comemorada no próximo domingo (7).

"Eu tô muito feliz, não tô nem conseguindo chorar. Estou meio sem acreditar no que aconteceu, dois minutos antes de entrar na água, o Lauro falou que a medalha era minha. Eu ainda falei: 'Cadê o vento, o vento sumiu'. Bem na largada começou entrar bastante vento. O chinês veio apertando, mas eu sabia que eu era capaz. Eu ganhei essa medalha pra ele, pra minha esposa, minha mãe", concluiu o Isaquias, que também dedicou a conquista ao ex-técnico Jesús Morlán, morto em 2018.

Olimpíadas