PUBLICIDADE
Topo

Brasil fica em último no revezamento 4x100m. Estados Unidos levam o ouro

Revezamento 4x100 livre do Brasil terminou em último lugar na final das Olimpíadas de Tóquio - Satiro Sodré/CBDA
Revezamento 4x100 livre do Brasil terminou em último lugar na final das Olimpíadas de Tóquio Imagem: Satiro Sodré/CBDA

Beatriz Cesarini

Do UOL, em Tóquio (Japão)

26/07/2021 00h18

O Brasil ficou na última colocação na final do revezamento 4x100m livre nos Jogos Olímpicos de Tóquio na noite deste domingo (26), no Centro Aquático de Tóquio. A medalha de ouro ficou com os Estados Unidos com a marca de 3min084s87, a prata com a Itália (3min10s11) e o bronze com a Austrália (3min10s22).

Formada por Breno Correia, Gabriel Santos, Pedro Spajari e Marcelo Chierighini, a equipe brasileira esteve entre os últimos durante toda a prova e completou a disputa com o tempo de 3min13s41.

"Difícil falar alguma coisa que foi errado. Os times melhoraram, a gente piorou. Estávamos com a expectativa de melhorar um pouquinho. Demos o nosso melhor hoje, na eliminatória também. Infelizmente, ficamos bem abaixo do que estávamos pensando e do que temos potencial", afirmou Chierighini, ao SporTV.

No sábado (24), os brasileiros se classificaram para a final após pularem na raia três e completarem a eliminatória com o quinto melhor tempo (3min12s59) no geral. A marca foi a terceira da sua eliminatória.

A primeira e única medalha brasileira no revezamento 4x100m masculino foi o bronze conquistado nos Jogos Olímpicos de Sydney-2000. A equipe era formada por Fernando Scherer, Gustavo Borges, Carlos Jayme e Edvaldo Valério.