PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Casemiro comemora vitória da Seleção e destaca: 'Foi com o coração, com a raça e com determinação'

23/06/2021 23h58


"Foi com o coração, com a raça e com determinação". Assim Casemiro classificou a vitória da Seleção Brasileira sobre a Colômbia por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Nilton Santos. O Brasil perdia o jogo até os 32 minutos da etapa final. Contudo, Firmino empatou o placar e, já nos minutos finais, o próprio Casemiro garantiu os três pontos na partida válida pela quarta rodada da Copa América.

Após o duelo, em entrevista ao SBT, o volante comemorou o resultado e analisou a vitória. Ele também destacou que a Seleção Brasileira foi "mentalmente forte" e elogiou o técnico Tite.

> ATUAÇÕES: Casemiro e Firmino marcam e recebem as maiores notas

- Eles chegaram uma vez, fizeram o gol, (depois) ficaram todos atrás. Acho que chegaram uma vez no nosso gol. Então, eles foram eficazes quando chegaram. E ficou aquele jogo de ataque contra defesa. Sabemos da qualidade da Colômbia, é sempre um jogo muito difícil, sempre é um jogo de muita cautela. Mas, eu diria que o mister (Tite) é "muito chato com a gente", ele fala mentalmente forte - disse Casemiro, que ainda completou.

- Acho que o mentalmente forte é a grande ênfase que tem que dar hoje. Porque a equipe, hoje, sempre mentalmente forte e sempre querendo o objetivo, que é a vitória, e acho que essa foi com o coração e com a raça e determinação - concluiu.

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Casemiro ainda elogiou a Colômbia e salientou que jogar contra essa Seleção é "sempre muito difícil". O volante também parabenizou a equipe e parabenizou a frieza do Brasil para buscar o gol nos minutos finais.

- Primeiro, temos que valorizar a equipe adversária. A Colômbia sempre, sempre, sempre é um jogo muito difícil, principalmente pela qualidade dos jogadores que tem, tem jogadores que jogam na Europa e de nível muito alto. Tem que valorizar isso.

- Então, a (nossa) equipe está de parabéns pelo trabalho, pelo mental, e, no final, a gente teve o prêmio, porque tivemos a grande frieza de continuar trabalhando, de querer buscar o gol. Acho que é essa a mentalidade que tem que ter.

> Veja a tabela da Copa América

O Brasil volta a campo no próximo domingo, no Estádio Olímpico de Goiania, às 18h, contra o Equador. A partida é válida pela quinta rodada da Copa América.

Futebol