PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'É muito marketing e muita festa', diz Leão sobre os jogadores brasileiros

06/05/2021 14h23


Em entrevista ao jornalista Menon, publicada no portal UOL, o ex-goleiro da Seleção Brasileira e técnico Emerson Leão expressou o seu descontentamento com os jogadores de futebol dos dias de hoje. De acordo com o ex-jogador, os atletas atuais se preocupam demais com as redes sociais e o futebol brasileiro já não é mais respeitado.

> Confira a classificação atualizada do Paulistão 2021 e simule os resultados!

- O Brasil sempre esteve perto dos títulos. Agora, está cada vez mais longe. Ninguém mais teme e nem respeita o futebol brasileiro. O Brasil precisa de atletas ofensivos, criativos, velozes e individualistas na medida exata. Saber a hora de definir sozinho, encarar - diagnosticou o ex-goleiro com "tristeza", de acordo com o jornalista.

- Estão muito nas redes sociais. É muito marketing, muita festa - opinou Leão ao ser perguntado sobre sua opinião em relação aos jogadores atuais. O ex-goleiro, em seguida, foi questionado sobre seus comerciais para as "Cuecas Dog" na década de 1980.

- Não confunda. Eu fiz uma propaganda de cueca. Nada mais. Comigo não tinha balada, não tinha festa. Eu dormia às dez da noite, acordava cedo e ia treinar porque meu reserva era bom. Jogava todas, não aceitava revezamento. Hoje em dia, lambem muito os jogadores. Nunca fui de festa, mas também nunca fui vaiado. Foi a minha escolha - concluiu Emerson Leão.

O ex-goleiro também foi questionado sobre suas passagens na Seleção Brasileira e nas Copas do Mundo de 1970, 1974 e 1978. Leão é uma das oito pessoas a conquistar o Brasileirão como jogador e técnico, além de ter sido o comandante do São Paulo em seu último título estadual.

Futebol