PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Fred, do Fluminense, projeta duelo contra o River Plate: 'Esses jogos dão confiança'

Fred marcou gol 399 na carreira contra o Macaé, seu 181º pelo Fluminense - MAGA JR/ESTADÃO CONTEÚDO
Fred marcou gol 399 na carreira contra o Macaé, seu 181º pelo Fluminense Imagem: MAGA JR/ESTADÃO CONTEÚDO

09/04/2021 14h45

Classificação e Jogos

No começo da tarde desta sexta-feira, o Fluminense conheceu seus adversários na fase de Grupos da Copa Libertadores. São eles: River Plate (ARG), Independiente Santa Fe (COL) e Bolívar ou Júnior Barranquilla. Em live pela FluTV, o atacante Fred falou sobre o sorteio e apresentou o lado positivo de enfrentar o River, um dos times mais fortes da América do Sul.

"Acho que está todo mundo lá do seu clube, da sua torcida, olhando e falando: "Vai ser difícil". Pegamos um dos favoritos, que é o River Plate. Mas esses jogos dão corpo à equipe, dão confiança. Temos que olhar o lado bom disso também, que é legal", observou Fred.

Quem também estava presente na live foi o técnico Roger Machado. Ele também apresentou o lado positivo de enfrentar o River Plate logo na fase de grupos. De acordo com o treinador, pegar um dos favoritos ao título pode ser importante para avaliar o desempenho do Fluminense.

"Também acredito que pegar um River, mesmo que tenha sido favorito nos últimos anos, te dá uma medida de igualdade de como você vai entrar na competição: "Olha, precisamos acelerar mais", ou "entramos bem porque pegamos um adversário competitivo"."

Outro adversário do Tricolor é o Independiente Santa Fe, da Colômbia. A equipe colombiana é da cidade de Bogotá, que tem 2.600 metros de altitude. Roger Marcado lembrou que todos do grupo terão que jogar lá e destacou que "em alguma medida" é possível tirar alguma vantagem desse duelo.

E mesmo que venha um time da altitude, todos (do grupo) vão sofrer na altitude. Não é um confronto eliminatório. Em uma fase classificatória todos vão jogar na altitude. Todos os times vão sofrer e em alguma medida podem tirar vantagem de estar jogando lá.

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, também falou sobre o sorteio. De acordo com ele, o grupo ficou "bom" e a grande preocupação era enfrentar um time da Venezuela ou de Quito. Mário destacou que a logística de viagem ajudou "bastante" o Tricolor".

"Se olhar os grupos, se não fosse o River você ia pegar Palmeiras, ou Inter, ou Boca, Flamengo... Enfim, é Libertadores. O que importa é que estamos confiantes em disputar a competição e acho que nosso grupo ficou bom. Nossa grande preocupação era Venezuela e Quito. Já ficamos mais tranquilos com relação à logística, nos ajuda bastante", completou.

Fluminense