PUBLICIDADE
Topo

Inspirado em Coutinho, Yuri César destaca início meteórico no Fortaleza e desejo de ser protagonista no Fla

03/04/2020 07h00

Dois jogos, dois gols. Yuri César teve menos de suas semanas para mostrar serviço no Fortaleza, da chegada por empréstimo até o último jogo antes das paralisações dos campeonatos por conta da pandemia do novo coronavírus. E, com inspiração em Philippe Coutinho, o atacante emprestado pelo Flamengo já fez bonito no Leão do Pici.

Cedido até dezembro deste ano, Yuri conversou com a reportagem do LANCE! e deu a sua versão para o sucesso meteórico neste início de trajetória pelo Fortaleza. Ele também falou sobre recepção na capital cearense, desejo de ainda brilhar no Rubro-Negro, que o projetou para o futebol, Rogério Ceni e Jorge Jesus.

- Foi uma chegada muito boa (ao Fortaleza). Em dois dias de treinos eu consegui mostrar um pouco do meu futebol e já pude ir para o primeiro jogo (contra o Pacajus). Pude estrear, fazer gol, com todos me acolhendo muito bem. Com gol no primeiro jogo, não poderia ser melhor.

Pelo time de Ceni, os gols de Yuri César foram pelo Estadual e Copa do Nordeste. Por falar em campeonato estadual, o jovem de 19 anos atuou em quatro partidas pelo profissional do Fla este ano - enquanto o grupo principal estava com as férias prolongadas. E ele quer voltar para ser protagonista:

- Com certeza. Tenho contrato com o Flamengo, fiz toda minha base lá e quero sim poder voltar e construir minha história lá. Mas hoje tenho que pensar no Fortaleza, em fazer meu nome aqui e ajudar o clube a buscar seus objetivos.

Yuri César tem vínculo com o Fla até dezembro de 2023 e uma multa rescisória de 50 milhões de euros (cerca de R$ 234 milhões). No Fortaleza, já chegou sendo chamado de "moleque liso", um ânimo para a "grande oportunidade".

- Vejo como uma grande oportunidade estar no Fortaleza, para mostrar o meu futebol e meu talento, algo que todos viam na base. Uma oportunidade boa no profissional e vou dar meu máximo aqui para as coisas acontecerem naturalmente. Foi uma decisão tomada em conjunto e que com certeza vai dar tudo certo e ser muito bom para minha evolução - comentou.

Confira outros trechos da entrevista com Yuri César:

Quais foram as primeiras impressões de Rogério Ceni? E do clube em geral?

- É um grande treinador e todos já viram o que ele fez pelo Fortaleza e em toda sua carreira. Tenho muito a aprender com ele ainda, ele tem pedido para eu recompor sem bola na marcação, até pelo estilo de jogo que ele utiliza aqui. Com bola já sei o que fazer, agora é entender melhor essa recomposição. O clube tem uma excelente estrutura e temos todo respaldo para pensarmos apenas em jogar futebol.

Sente que há boas expectativas internas por um Brasileirão de protagonismo do Fortaleza?

- Acredito que seja algo para pensar mais adiante. Deixar as coisas acontecerem, mas as expectativas são as melhores possíveis, de fazermos um bom Brasileirão. Esperar tudo isso passar, retomar a rotina e ver como as coisas vão caminhar.

Teve contatos com Jorge Jesus, certo? O que achou dos métodos de trabalho dele?

?

- Ele é um grande treinador, que já mostrou isso para o Brasil e para o mundo. Não cheguei a jogar com ele, apenas treinos, mas deu para aprender um pouco e fico muito feliz pelos aprendizados.

Qual jogador é a sua maior inspiração no futebol atual? E por quê?

- Eu costumo falar que meu ídolo, hoje, é o (Philippe) Coutinho, pelas características e pelo que vi. Gosto de outros também, mas ele, pelo estilo de jogo, é quem eu olho. Inteligente, habilidoso, muito técnico e bom finalizador. É alguém que gosto e observo muito.

Futebol