PUBLICIDADE
Topo

Raphael Veiga renova contrato com o Palmeiras até o final de 2023

Raphael Veiga atuou como titular do Palmeiras no confronto diante do Guarani - Cesar Greco/Ag. palmeiras
Raphael Veiga atuou como titular do Palmeiras no confronto diante do Guarani Imagem: Cesar Greco/Ag. palmeiras

25/02/2020 12h36

Depois de chegar a ficar fora até do banco de reservas no segundo semestre, Raphael Veiga recebeu ofertas para deixar o Palmeiras, mas ficou, a pedido de Vanderlei Luxemburgo, acertou seu posicionamento em campo com o técnico e acertou a renovação com o clube. O meia de 24 anos de idade aumentou em duas temporadas o seu vínculo, assinando até dezembro de 2023, e comemora o momento no Verdão, que começou a defender em janeiro de 2017.

"Estou muito feliz com esse momento, com a renovação. Eu me sinto bastante valorizado. Muito se falou de eu sair e apareceram algumas coisas, mas estou motivado para este ano. Joguei os últimos dois jogos e espero ter sequência para as coisas caminharem mais ainda. Vamos conseguir coisas grandes neste ano" apostou o camisa 23.

A confiança de Luxemburgo foi além do pedido por sua permanência. O meia começou 2020 atuando aberto pela esquerda, foi questionado pelo técnico sobre a função após ser intensamente criticado na estreia do Paulista e, depois de uma conversa sincera, se acertou em campo, a ponto de ter saído do banco para fazer o gol da virada na vitória por 3 a 1 sobre o Mirassol, no dia 16, e ter sido titular no jogo seguinte, no triunfo por 1 a 0 diante do Guarani.

"Tive uma conversa bastante sincera com ele. Depois do jogo contra o Ituano, ele me perguntou como eu me sentia jogando aberto e falei que já joguei assim quando o time precisou e nunca vou falar que não jogo, até se for como goleiro. Mas ele me perguntou se eu me sentia confortável e falei que não me sentia tão confortável assim", contou Veiga.

"Fui sincero, transparente, e ele, também, colocou o que pensava. Falei como prefiro jogar e ele viu que as coisas caminharam. Consegui fazer gol, jogar bem, e as coisas mudaram. Quem ganha com isso é o Palmeiras", prosseguiu o meia, escolhido para dar entrevista coletiva depois do treino de hoje.

Vindo do Coritiba, Raphael Veiga pouco atuou em 2017, passou 2018 se destacando atuando por empréstimo no Athletico-PR campeão da Copa Sul-Americana naquele ano e voltou ao Verdão em 2019 sem ter tanta sequência como gostaria. De contrato renovado, passou a ver o futebol com menos ansiedade para conseguir uma temporada com atuações mais frequentes.

"Sempre fui muito ansioso para tudo na vida. Mas aprendi a desfrutar mais do futebol, dia a dia, treinos, companheiros, o caminho até o estádio, jogos... Quando se aproveita um pouco mais esses momentos, se faz as coisas com mais leveza. A ansiedade que tenho hoje não me atrapalha, me motiva. Quero sempre jogar, mas com pés no chão. Sei que tudo vai acontecer na hora certa", finalizou.

Palmeiras