PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Mauro Cezar: "Dudu é um dos grandes jogadores da história do Palmeiras"

Do UOL, em São Paulo

25/02/2020 04h00

Dudu completou 300 jogos pelo Palmeiras na vitória por 1 a 0 diante do Guarani, sendo o autor do gol na partida pelo Campeonato Paulista. E, mesmo não tendo participado do Posse de Bola #21, Eduardo Tironi deixou uma questão a ser discutida ao colocar o atacante entre os dez melhores jogadores da história do clube alviverde.

Celso Unzelte e Juca Kfouri listaram uma série de jogadores que foram maiores que Dudu no Palmeiras, como Ademir da Guia, Leão, Luís Pereira, César, Oberdan, Julinho Botelho e Djalma Santos, entre outros, para discordar da afirmação de Tironi.

"Diferentemente desse hall de jogadores citados pelo Celso, o Dudu em diversos momentos dividiu opinião da torcida do Palmeiras. Você nunca viu o Ademir da Guia ser vaiado, você nunca viu o Evair ser vaiado, você nunca viu o Leão ser vaiado, o Luís Pereira", afirma Juca.

Mauro Cezar Pereira reconheceu o mérito do atual camisa 7 palmeirense e o colocou como fundamental para as últimas grandes conquistas do clube, não tendo companheiros de time que outros ídolos do Palmeiras tiveram nos times mais lembrados até hoje, como as academias e os times da década de 90.

"Dudu, quando chegou ao Palmeiras, acho que nem justificava aquela disputa toda. Ele não tinha jogado tanta bola, teve uma fase boa no Grêmio, mas não tinha jogado isso tudo. Ele ganhou dois brasileiros e uma Copa do Brasil, o time jogou muito dependente dele de uma maneira que o Palmeiras não dependia nem do César, nem do Leivinha, nem do Edmundo e nem do Evair. Era mais distribuído", afirma o jornalista.

"Esses times do passado eram times de grandes jogadores que tinham a tarefa de conduzi-los divididos por vários jogadores, e muito deles eram craques. Você tinha Ademir como uma grande referência técnica, um jogador espetacular, mas você tinha vários caras bons e os times jogavam mais coletivamente. Você pega o time do Cuca e o time do Felipão, dois times apoiados em sistemas defensivos, ligação direta e bola no Dudu. Bola no Dudu que ele vai resolver e ele resolveu uma porção de jogos", completa.

Mauro acredita que o Palmeiras não teria vencido os títulos da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro em 2016 e 2018 sem o atacante ou algum jogador que pudesse fazer no mesmo nível a função que ele desempenhou nos times de Cuca e Felipão.

"Acho difícil fazer esse negócio de dez, mas acho que ele é um dos grandes jogadores da história do Palmeiras e sem ele o Palmeiras não ganharia esses três títulos de jeito nenhum, teria que ter um outro Dudu. Um cara bom como ele para colocar ali e resolver porque, sem o Dudu, como é que o Felipão montaria o time dele? Bola em quem para resolver? Porque é assim que joga, como o Santos ganhou a Libertadores com o quê? 4-2-3 e bola no Neymar, o Muricy era o técnico", aponta Mauro.

"Agora, é claro que se você vai comparar com jogadores históricos, é uma comparação muito feroz porque o Palmeiras tem uma lista imensa de grandes jogadores. Mas ele tem uma relevância muito grande, especialmente porque ele muitas vezes estava sozinho ali, o companheiro de ataque dele era o Deyverson em 2018", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol