PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Coudet elogia esforço da equipe contra o Tolima e pontua desgaste 'acumulado' do GreNal

20/02/2020 10h01

Não foi o desempenho dos sonhos, mas o técnico Eduardo Coudet tratou de contextualizar a partida onde o Internacional, mesmo não sendo amplamente pressionado e com reais possibilidades de ser mais agudo no ataque, ficou no empate sem gols com o Tolima na Colômbia pela Pré-Libertadores.

Para ele, desde o fato do time ter atuado com dez jogadores no GreNal do fim de semana pela semifinal do primeiro turno do Gauchão, passando pela questão da logística da viagem (12 horas em deslocamento no total) além da dificuldade do oponente em si construíram um cenário onde a igualdade não foi de todo ruim.

Apesar das considerações, Coudet não deixou de abordar a questão ofensiva pontuando que, em sua visão, a equipe precisa buscar "mais profundidade":

- Coincidimos também alguns fatores importantes. Um time difícil, Libertadores. Não é fácil jogar fora. Jogamos com 10 homens há poucos dias, uma viagem complicada. Um ponto que trabalhamos muito. Gostaria de ter mais profundidade, mais variantes. Sobretudo presença de área. Saímos com um empate em 0 a 0 após um grande esforço e agora tentar decidir em casa.

- Tiveram duas bolas que foram para fora, mas, no segundo tempo, não sofremos. O Inter teve mais chances, mais posse. Faltou profundidade? Sim. Temos buscado, mas ressalto o esforço dos jogadores e a gana para ser protagonista - acrescentou o técnico Colorado.

Como a equipe não se classificou para a decisão do primeiro turno do estadual, o próximo jogo do Inter será justamente a volta contra o Tolima no Beira-Rio. O duelo está marcado para a próxima quarta-feira (26) às 21h30 (horário de Brasília) onde somente uma vitória assegura a equipe na fase de grupos da Libertadores.

Futebol