PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras elege dois novos conselheiros vitalícios sob protesto

30/09/2019 21h38

O Palmeiras elegeu na noite desta segunda-feira mais dois conselheiros vitalícios. A votação ocorreu com um protesto pacífico na rua da sede social, com cerca de 30 pessoas, entre membros da Mancha Alviverde e do movimento Ocupa Palestra.

Havia 15 vagas abertas para o cargo, mas apenas dois conseguiram ser eleitos: Marco Polo Calandriello e Renato Casanova. Ambos exercem cargos na diretoria de Maurício Galiotte.

Confira como foram os protestos em frente à sede social, nesta segunda-feira:

Para tornar-se vitalício, o conselheiro precisava obter 50% dos votos + 1 em relação ao número de presentes na votação. Como tinham 252 conselheiros na reunião, os dois que atingiram ao menos 127 votos entraram.

Paulo Nobre, ex-presidente do clube, fazia parte do grupo de vitalícios, mas abriu mão do cargo depois de ser investigado na sindicância da Blackstar. Ele não participa mais de atos políticos no Verdão.

Um grupo de 30 conselheiros até tentou evitar a votação, mas o pedido foi indeferido pelo presidente do órgão, Seraphim Del Grande.

A eleição por novos conselheiros vitalícios é um ponto de longo debate no Palmeiras. Isto porque ao votar a mudança de estatuto, uma das pautas era a diminuição de vitalícios. O Conselho brecou esta proposta, e, por isso, a assembleia de sócios votou se concordava, ou não, com a decisão do CD de manter o número atual.

Os associados votaram contra a decisão do conselho, mas não em número suficiente para reverter a decisão e diminuir o número de vitalícios. A expectativa era de que o tema voltasse a ser tratado no CD, o que não aconteceu. Em janeiro, Seraphim convocou votação, que elegeu oito vitalícios.

O Conselho Deliberativo é formado por 300 conselheiros, divididos da seguinte forma: 148 vitalícios e 152 com mandatos de quatro anos. A ideia era diminuir o número de 148 para 100, mas não foi levada para frente pela cúpula do CD.

Após a votação, o grupo de vitalícios agora tem 135 pessoas.

Futebol