Topo

Anderson Martins exalta "competição sadia" por vaga na zaga do São Paulo

Anderson Martins, zagueiro do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Anderson Martins, zagueiro do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

05/09/2019 12h52

A defesa tem funcionado bem no São Paulo desde o início do ano. Enquanto o ataque oscila e passa por alguns problemas, o setor defensivo traz regularidade, não importando os nomes que estejam escalados. Recentemente, Cuca fez mudanças na dupla que inicia os jogos e disse não distinguir titulares e reservas na posição.

Este bom desempenho dos defensores pode ser visto também nos números, já que o Tricolor tem a quarta melhor defesa entre os clubes de Série A do Campeonato Brasileiro em partidas oficiais em 2019. Até aqui, a média de gols sofridos é de 0,72 gol por duelo, atrás apenas de Corinthians (0,69), Grêmio (0,62) e Palmeiras (0,54).

Mesmo assim, Cuca promoveu uma mudança nos últimos jogos: Anderson Martins ganhou a vaga de Bruno Alves, que era considerado o principal zagueiro do elenco, enquanto Arboleda permaneceu com a titularidade. Anteriormente, o jovem Walce precisou ser utilizado e deu conta do recado. Para Anderson, essa concorrência só tem a contribuir com o time.

- É procurar fazer o trabalho, se dedicar, acho que dentro do grupo a gente tem uma competição sadia, que com certeza eleva o nível de todos, é continuar trabalhando para procurar manter esse nível - declarou o defensor em vídeo publicado pela SPFCTV durante entrevista ao Grupo Globo.

Neste sábado, contra o Internacional, Arboleda e Anderson Martins devem formar a zaga titular. Apesar de o equatoriano ter treinado de forma separada na última terça-feira e saído mais cedo do treino da última quarta-feira, ele não preocupa para sábado, às 19h, no Beira-Rio. Caso não tenha condições de jogo, Bruno Alves ocuparia a vaga ao lado de Anderson.