Topo

Futebol


É inadmissível o Santos dar espaço ao Fortaleza após abrir 3 a 0

25/08/2019 18h53

É inadmissível o Santos empatar em 3 a 3 após abrir 3 a 0 no primeiro tempo contra o Fortaleza, neste domingo, na Vila Belmiro, com a casa cheia. O mesmo time que marcou antes dos cinco minutos, cedeu espaço ao rival que balançou a rede nos minutos finais. E isso é inadmissível.

Na primeira etapa o time de Sampaoli se mostrou organizado, criativo e consistente. Deixou claro desde o início qual era sua proposta de jogo, e era o mais ofensivo possível. Em especial, Evandro, Marinho e Jorge se destacaram por suas habilidades e técnicas, mas a equipe como um todo teve crédito.

Com uma goleada firmada no intervalo, o time retornou mais tranquilo para o segundo tempo. Ágil, mas sabendo administrar o resultado. Até o primeiro gol do Fortaleza de um pênalti por falta de Felipe Aguilar. Após ser vazado, o Santos se assustou e ficou irreconhecível. Como o próprio Marinho afirmou após deixar o gramado, "o Santos não entrou em campo".

Uma sequência de erros aconteceram e desestruturaram o que o Peixe havia consolidado. Os santistas perderam a bola com facilidade, tomaram decisões precipitadas e, acima de tudo, abriram espaço para o rival trabalhar a bola e crescer no jogo.

TABELA

> Veja a classificação e o simulador do Brasileirão clicando aqui

Na defesa, uma desconfiança tremenda. Victor Ferraz errou mais do que o normal e teve que ser salvo algumas vezes por Lucas Veríssimo. Felipe Aguilar, além da falta que gerou o pênalti, não acompanhou o lance do segundo gol e "dormiu" no terceiro.

Com o resultado, o Santos acumulou apenas um ponto na tabela do Campeonato Brasileiro, com 33 pontos, e corre o risco de perder a liderança para o Flamengo, que joga contra o Ceará ainda neste domingo.

Mais Futebol