Topo

Futebol


'Camisas 9' de Flamengo e Inter prometem duelo à parte na Liberta

20/08/2019 09h00

Flamengo e Internacional chegam às quartas de final da Copa Libertadores em grande momento. Os clubes abrem o confronto por uma vaga na semifinal nesta quarta-feira e têm em seus 'camisas 9' os grandes destaques de 2019: Gabriel Barbosa e Paolo Guerrero. Os dois atacantes, de olho na artilharia do torneio, prometem fazer um duelo à parte no Rio de Janeiro e em Porto Alegre.

Principais goleadores do Rubro-Negro e Colorado em 2019, respectivamente, Gabigol e Guerrero têm ótimos números na temporada. Os dois atacantes, por exemplo, fizeram quatro gols cada nesta Copa, mas o peruano precisou de só quatro jogos, enquanto o rubro-negro atuou em sete partidas na competição.

Marco Rubén e Adrian Martínez, com seis gols, seguem na artilharia, mas já deixaram aa Libertadores com as eliminações do Athletico e do Libertad, respectivamente, Assim como Patricio Rubio (5), do Universidad Concépcion (CHI). Gustavo Scarpa, do Palmeiras, tem cinco gols e "segue vivo na disputa".

DECISIVOS NA FASE ANTERIOR

As classificações de Internacional e Flamengo para as quartas de final passaram pelos "camisas 9". Em Montevidéu, o Colorado venceu o jogo de ida por 1 a 0. O gol foi de Paolo Guerrero, já nos acréscimos da etapa final, Na volta, no Beira-Rio, o peruano voltou a marcar e o time de Odair Helmann selou a vaga com um triunfo por 2 a 0. Moledo completou o placar.

Para garantir seu lugar entre os oito melhores da Copa, o Flamengo "sofreu" mais. Uma atuação ruim em Guayaquil, na ida, e a derrota por 2 a 0 pôs a equipe de Jorge Jesus em posição complicada diante do Emelec, do Equador. No Maracanã, contudo, o time se reencontrou e Gabigol marcou duas vezes, levando a decisão para os pênaltis. Diego Alves garantiu a classificação do Fla.

FÃ DE GUERRERO, GABIGOL VÊ ESTILOS DIFERENTES

Aos 22 anos, Gabriel Barbosa ainda tem uma longa carreira pela frente. Paolo Guerrero, mais experiente aos 35, já está na parte final de sua trajetória. Até por isso, o atacante do Flamengo é um admirador do futebol do centroavante peruano, apesar de ver poucas semelhanças entre os seus estilos em campo.

?

- Guerrero é um grande jogador, não tenho dúvidas disso. Todos sabem que sou muito fã dele. Não temos a mesma característica, não tem como sermos comparados. As posições são totalmente diferentes. Somos atacantes, mas com características diferentes. Ele é mais de área, eu sou um cara de mais mobilidade, que praticamente anda no campo todo - analisou o 9 da Gávea.

OS NÚMEROS DE GABIGOL E GUERRERO NA LIBERTADORES-2019:

Gabriel Barbosa (Sete jogos pelo Flamengo)

4 Gols

22 Finalizações (10 certas)

3 Assistência para finalizações

3 Desarmes

4 Faltas sofridas

7 Faltas cometidas

10º Do time em posse de bola

Paolo Guerrero (4 jogos pelo Internacional)

4 Gols

10 Finalizações (7 certas)

4 Assistências para finalizações

5 Dribles

5 Desarmes

8 Faltas sofridas

10 Faltas cometidas

12º Do time em posse de bola

Mais Futebol