Topo

Futebol


Ganchos e Libertadores podem fazer Palmeiras voltar a 'dividir' times

16/08/2019 08h00

Sem o mesmo desempenho de 2018, Luiz Felipe Scolari não tem repetido a estratégia de usar times diferentes entre o Campeonato Brasileiro e torneios de mata-mata. Mas nesta semana, o técnico pode ter de voltar a usá-la, já que deve ter ao menos quatro desfalques e está às vésperas de iniciar a disputa das quartas de final da Copa Libertadores.

Sábado, às 21h, contra o Grêmio, Diogo Barbosa e Zé Rafael precisam cumprir suspensão automática por acúmulo de cartões amarelos, enquanto Felipe Melo está fora pela expulsão contra o Bahia. Vitor Hugo, que tem uma pequena lesão no abdômen, também não deve ter condições de atuar. Todos eles foram titulares no empate em 2 a 2 no Allianz Parque.

De volta após cumprir gancho, Gustavo Gómez pode atuar tanto no fim de semana quanto na terça, novamente contra o Grêmio, pela Libertadores. Diogo e Felipe devem ser substituídos por Victor Luís e Thiago Santos, mas voltam no duelo pela Copa, enquanto Zé Rafael terá a competição de Hyoran e Willian, poupado contra o Bahia para fazer atividades físicas individualizadas.

Marcos Rocha, Luan e Bruno Henrique foram titulares em oito dos nove jogos depois da Copa América. Na defesa, Mayke e Antônio Carlos são os principais candidatos a jogar, caso Felipão decida poupar o lateral e o zagueiro.

Bruno Henrique, apesar de ser capitão e figura importante no esquema palmeirense, não vive bom momento. Já Ramires está recuperado de lesão e chegou a atuar no jogo-treino de terça, contra o Nacional-SP. O jogo no Brasileiro, portanto, pode servir para dar minutos ao camisa 18 e um respiro ao titular.

Na frente, Dudu se dispôs a atuar tanto sábado quanto terça - o camisa 7 é quem mais jogou na temporada (40 partidas) e raramente se machuca. Gustavo Scarpa, elogiado por Felipão no fim de semana, sai na frente para atuar na Libertadores, mas ainda se vê em uma competição com Raphael Veiga e Lucas Lima, especialmente para o duelo no Brasileirão.

Luiz Adriano, que estreou no último jogo, será inscrito na Libertadores, torneio em que Borja vem de duas boas partidas. Os dois disputam posição com Deyverson, enquanto Arthur Cabral está mais atrás e Henrique Dourado foi recém-integrado ao elenco, depois de uma fratura na tíbia sofrida há cinco meses.

O último treino para definir a escalação será na manhã desta sexta-feira e fechado, como de costume. Ainda que mescle bastante os 11 iniciais, o Palmeiras precisa de um bom resultado na noite de sábado. Isto porque não vence há cinco partidas no Brasileiro, perdeu a liderança para o Santos (já três pontos na frente) e viu rivais como Flamengo, Atlético-MG e São Paulo se aproximarem depois da 14ª rodada.

Mais Futebol