Topo

Em jogo parelho, Coritiba supera o Figueirense e pula para a vice-liderança

Igor Jesus comemora após marcar para o Coritiba contra o Figueirense pela Série B - Gabriel Machado/AGIF
Igor Jesus comemora após marcar para o Coritiba contra o Figueirense pela Série B Imagem: Gabriel Machado/AGIF

Jogando nos seus domínios e contando com o amplo apoio do seu torcedor que, mais uma vez, lotou as dependências do Couto Pereira, o Coritiba conquistou três pontos vitais diante do Figueirense na vitória por 2 a 0 que levou o time da capital paranaense a segunda posição na Série B do Brasileirão com 26 pontos, dois a menos que o Bragantino. Por sua vez, com a derrota, o time visitante ficou em 12° com 20 pontos.

Antes mesmo dos 30 minutos de jogo, o Figueira precisou enfrentar um adversário mais complicado até mesmo do que o próprio Coxa: as mudanças em cima da hora por lesão. Matheus Destro sentiu dores nas costas e o seu substituto, Brunetti, também sentiu problemas físicos e precisou sair para a entrada de Alemão Teixeira.

Se o Coxa estava acostumado a aplicar um estilo de jogo mais intenso e "forçando" seus adversários no Couto a atuarem com dificuldade para sair da sua defesa, isso não ocorreu com o time catarinense.

Por mais que o time de Santa Catarina não tivesse constantemente frequentando o plano ofensivo, o Figueirense teve espaço para atacar e formulou sua melhor alternativa de marcar na etapa inicial quando o meio-campista Tony, em batida de falta ensaiada, chutou com força e viu a bola passar perto da meta de Muralha.

A movimentação e presença ofensiva dos dois lados ficou mais intensa e o nível de acerto das equipes subiu consideravelmente, algo que foi suficiente para a criação de lances perigosos tanto por parte do Alviverde do Alto da Glória como para o Alvinegro de Florianópolis.

Giovanni fez Matheus Vidotto trabalhar bem, enquanto Rafael Marques e William Popp, duas vezes, quase fizeram o grito de gol sair da garganta.

Em fase brilhante, o artilheiro da Série B mais uma vez apareceu para "descomplicar" a partida do Coritiba. Aos 21 minutos, uma cobrança de escanteio de Thiago Lopes chegou na cabeça de Rodrigão, que contou com a sorte no desvio de Kauê para fazer 1 a 0 Coxa.

Já aos 44, quando o confronto entrava em sua reta final com contornos mais nervosos, o lateral Patrick apareceu rapidamente para roubar de Betinho e acionar Igor Jesus. O atacante olhou para Vidotto e foi preciso para bater no canto para fazer 2 a 0 e decretar números finais ao jogo.

Errata: o texto foi atualizado
Foi informado incorretamente no último parágrafo que Igor Jesus seria meia. Ele é atacante.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.