Topo

Futebol


Herói do Uruguai, Cavani se torna o terceiro que mais jogou pela seleção

24/06/2019 22h20

Defende, ataca e é decisivo. Esta foi a atuação do atacante Edinson Cavani na noite desta segunda-feira, no Maracanã. Além de marcar o único gol da vitória do Uruguai por 1 a 0 contra o Chile, a noite ainda foi especial por outro motivo. O jogador chegou à marca de 113 partidas com a camisa da Celeste, deixando para trás Diego Forlán, com 112, e agora é o terceiro atleta que mais defendeu a seleção.

Com um meio de campo pegado e com poucos espaços, Cavani foi obrigado a andar por todo gramado para buscar a bola. Em todos os setores do ataque e até ajudando defensivamente, ele se mostrou mais uma vez versátil, característica comum do jogador e diferente de Luis Suárez, que ficou mais tempo rondando os defensores atrás de uma oportunidade. Em uma partida que os chilenos foram levemente superiores, os uruguaios criaram as chances de maior perigo.

Agora, à frente de Cavani estão Diego Godín - o capitão da Celeste alcançou a marca de 130 jogos neste duelo com o Chile - e Maxi Pereira (125), meia que não foi mais convocado pelo técnico Óscar Tabárez após o Mundial da Rússia em 2018.

O atacante do Paris Saint-Germain, que ainda não definiu se ficará na equipe francesa, também está na lista dos maiores artilheiros do Uruguai. Com este gol, o camisa 21 chegou aos 48. Apenas Luis Suárez, que 58 gols em 110 partidas, está a sua frente.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol