PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Líder invicto, Manchester United bate Benfica em dia de recorde de Svilar

18/10/2017 18h40

No jogo em que Svilar bateu o recorde de Casillas, assumindo o posto de goleiro mais novo a atuar na Liga dos Campeões, o Benfica deixou o Estádio da Luz derrotado por 1 a 0 e se prejudicou ainda mais no Grupo A. Em três rodadas disputadas, a equipe foi derrotada em todos os jogos e vive uma situação complicada no torneio. Por outro lado, com o gol de Rashford, o líder invicto Manchester United garantiu mais três pontos e chegou a nove.

O Benfica conseguiu se sair melhor nos primeiros minutos de jogo, mas logo teve seu rendimento alcançado pelo Manchester United. Em uma etapa muito disputada, as equipes conseguiram criar poucas chances de gol. Apesar de estar na liderança invicta do Grupo A, o time inglês não esperava por uma atuação tão forte do lanterna, que se fechou na defesa a cada avanço do United e foi o primeiro a oferecer perigo em campo quando Diogo Gonçalves cruzou para Salvio, que chutou rente à trave direita de De Gea. Como resposta, Lukaku recebeu bem a cobrança de escanteio de Rashford e cabeceou no travessão, porém foi parado pelo árbitro, que apontou falta do atacante no goleiro rival.

O jogo ficou mais truncado no meio de campo, com os dois times roubando bolas e saindo em contra-ataque, mas as chances de gol voltaram a aparecer no final do primeiro tempo. O Manchester chegou três vezes seguidas. Na primeira, Blind cruzou para Rashford, que se preparava para marcar quando foi surpreendido pelo corte de Ruben Dias. Na sequência, Matic avançou pelo meio do gramado, invadiu a área e chutou cruzado, mas Svilar defendeu. Na última tentativa, Mata tentou encontrar Lukaku, mas a defesa do Benfica pressionou e o próprio jogador finalizou em cima de Rúben Dias, conseguindo apenas um escanteio.

Na volta para a etapa final, o Manchester United evitou dar espaços aos adversários e pressionou desde os primeiros minutos de bola rolando, mas precisou de um erro de Svilar para abrir o placar no Estádio da Luz. De longe, Rashford arriscou um gol de falta e viu a bola passar pela barreira e encobrir o goleiro, que conseguiu defender, mas passou da linha com a bola nas mãos, garantindo a vantagem do rival, apesar das excelentes defesas que conseguiu realizar durante o confronto.

Ciente das dificuldades que o time enfrentaria a diante, o técnico Rui Vitória se adiantou para reforçar o ataque, tirando Diogo Gonçalves para a entrada de Jonas e se engana quem pensou que o goleiro de apenas 18 anos seria frustrado pela falha. Aos 33 minutos, Lukaku fez uma excelente jogada com Martial, que driblou Douglas e mandou uma bola perigosa em direção ao gol. Bem fechado, Svilar conseguiu fazer a defesa com segurança. O Benfica ainda teve uma chance de apostar na bola parada, com cobrança de falta e escanteio, mas nada passou pela zaga do Manchester. Ainda deu tempo de Luisão ser expulso com o segundo amarelo, após carrinho em Mc Tominay. O Benfica pouco conseguiu fazer para reverter a situação, bom para o líder, que conseguiu garantir mais uma vitória.

Esporte