PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Tem que brincar": Rafael Silva minimiza provocação no clássico

Rafael Silva fez gol da vitória contra o Atlético-MG - Thomas Santos/AGIF
Rafael Silva fez gol da vitória contra o Atlético-MG Imagem: Thomas Santos/AGIF

27/03/2016 13h43

Ele tem fama de talismã, principalmente quando o assunto é clássico. E nesta manhã de domingo não foi diferente. Autor do único gol que deu a vitória do Cruzeiro diante do rival Atlético-MG, o atacante Rafael Silva comemorou imitando uma galinha dentro do Independência e foi o responsável direto pelo triunfo fora de casa. No final da partida, o jogador comentou sobre a comemoração provocativa, já usada também por Paulinho McLaren e Kleber.

- O futebol perdeu a graça, ficou monótono, a gente tem que brincar. Na próxima, eles podem ganhar e brincar com a gente também. Futebol é isso - comentou o atacante.

Curiosamente, durante a semana o atacante do Cruzeiro comentou sobre a necessidade de chutar ao gol para testar o jovem goleiro Uilson, terceira opção de Aguirre, que não contou com Victor e Giovanni, machucados. No lance do gol, Élber finalizou de fora e o garoto não conseguiu encaixar a bola. No rebote, Rafael Silva colocou para dentro.

- Foi oportunismo, foi uma bola difícil, não é fácil aquela bola. Até os goleiros mais experientes poderiam rebater aquela bola. Acho que não foi culpa dele, mas graças a Deus eu pude aproveitar a oportunidade - completou.

 

Esporte