PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tite lamenta não ter enfrentado europeus e defende mudança no calendário

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

25/05/2022 08h00

A Seleção Brasileira não enfrentará adversários europeus antes da Copa do Mundo de 2022, no Catar. Desde o Mundial da Rússia, em 2018, o time canarinho enfrentou apenas uma seleção do continente, a República Tcheca, em 2019, e o técnico Tite lamentou o fato.

Por causa da diferença de calendário entre países sul-americanos e europeus, equipes como Brasil e Argentina não tiveram a oportunidade de disputar amistosos contra seus principais concorrentes pelo título da Copa do Mundo.

Durante as Datas Fifa em que os sul-americanos não estavam disputando Eliminatórias para a Copa do Mundo, os europeus passaram a competir na Nations League, competição criada pela Uefa para substituir amistosos internacionais, inviabilizando partidas entre equipes dos dois continentes.

"É muito difícil. Hoje a gente projeta, fazemos projeções, acompanhamos seleções adversárias, projetamos situações. Sei também que as seleções europeias gostariam de enfrentar o Brasil, a Argentina. O que posso dizer é que eu gostaria de um calendário melhor para termos mais oportunidades de enfrentar europeus", disse Tite em entrevista ao Mesa Redonda, da TV Gazeta.

Mas, essa não é uma lamentação exclusiva dos sul-americanos. Embora tenham conquistado as últimas quatro edições da Copa do Mundo, os europeus e africanos também gostariam de enfrentar Brasil e Argentina. Pelo menos é essa impressão passada por Taffarel, preparador de goleiros Seleção e também do Liverpool.

"Taffarel agora trabalha no Liverpool, tem a convivência diária com atletas de outras seleções europeias. Esse é um assunto que é recorrente no meio. Atletas como Van Dijk, Thiago, da Espanha, Mané, esses jogadores sempre conversam nesse sentido, da necessidade de enfrentar adversários de outros continentes", completou o auxiliar técnico de Tite, Cléber Xavier.

No mês de junho a Seleção Brasileira disputará dois amistosos na Ásia. No dia 2, o adversário será a Coreia do Sul. Já no dia 6 o rival será o Japão. A CBF também tentou viabilizar um outro jogo para o dia 11 contra uma seleção africana, mas não teve sucesso. Ainda haverá uma última Data Fifa, em setembro, antes da convocação final para a Copa do Mundo.

Futebol