PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Hulk vê derrota injusta do Atlético-MG na Libertadores: "Nem sempre ganha o merecedor"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

25/05/2022 23h26

O Atlético-MG perdeu por 2 a 1 para o Tolima nesta quarta-feira e deu adeus à sequência história de 18 jogos sem derrotas na Libertadores. Apesar de selada a classificação e a liderança do Grupo D, o resultado negativo levou a torcia a vaiar a equipe. Para o atacante Hulk, porém, o desfecho foi injusto.

"Quando se perde, você vai buscar mais motivos para poder justificar a derrota. O time podia ter jogado mal para caramba, não ter feito nada e ter ganho de 1 a 0 com um gol contra. O pessoal ia contestar, mas no final a vitória ia apagar muitas coisas", disse o atacante.

"O que não pode apagar na derrota de hoje é a intensidade do nosso time, a vontade dos jogadores, um treinador querendo ganhar o jogo, colocou o máximo de atacantes que podia em campo. Nosso time tentou de tudo. O time deles defendeu muito bem, o goleiro está de parabéns, fez muitas defesas. Nem sei se o Éverson fez alguma defesa hoje, se fez, no máximo foi uma. Mas é o futebol. Às vezes, o futebol é injusto, às vezes nem sempre ganha o merecedor", completou Hulk.

O Galo saiu atrás no começo da segunda etapa, mas buscou o empate nos minutos com gol de Sasha. Nos acréscimos, porém, o Tolima retomou a vantagem no placar.

O autor do gol do Atlético-MG minimizou a derrota e mira nova sequência invicta.

"A gente está fazendo um trabalho bem feito e, agora, é buscar um anova invencibilidade, recomeçar. Eu acho que tem uma hora para se perder um jogo e hoje, mesmo não querendo, era um jogo que a gente poderia perder. Então, é acertar as coisas que a gente tem para fazer e crescer cada vez mais na competição", disse Sasha.

Próximo desafio

Agora, porém, o Atlético-MG passa a focar no Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, às 19 horas (de Brasília), o time enfrente

Futebol