PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bruno Guimarães e Paulinho analisam vitória contra o Egito em Tóquio e projetam semifinal

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

31/07/2021 11h19

Neste sábado, a Seleção Brasileira masculina de futebol venceu o Egito pelo placar mínimo nas quartas de final das Olimpíadas de Tóquio. Com o resultado, a equipe avançou à próxima fase e enfrentará o México. Bruno Guimarães e Paulinho falaram sobre o triunfo diante dos egípcios e projetaram a semifinal.

Titular no confronto, o meio-campista Bruno Guimarães analisou a partida: "Foi um jogo de muita intensidade. A gente sabia que eles iam se fechar e buscar um contra-ataque, uma bola parada."

"Conseguimos um gol no primeiro tempo, mas faltou matar. Fazer o primeiro, procurar fazer o segundo para deixar a gente mais tranquilo lá atrás", completou o jogador do Lyon.

O atacante Paulinho, que começou no banco e entrou no segundo tempo, acredita que o time construiu bastante oportunidades claras de gol.

"Tivemos muitas chances, eu tive duas em que poderia ter marcado, acabo me cobrando bastante por isso. Mas acho que o time foi muito bem, criou bastante e temos tudo para chegarmos nessa semifinal bem, fazer mais um bom resultado e chegar à final", pontuou o atleta do Bayer Leverkusen.

"A gente sabia que eles poderiam vir numa linha de 5 e prejudicar o nosso jogo. Mas trabalhamos muito nos treinamentos, exatamente com o que eles pretendiam fazer, e conseguimos o nosso objetivo", acrescentou

Paulinho entrou no início da etapa complementar no lugar de Matheus Cunha, autor do gol do Brasil. (Foto: Divulgação/Lucas Figueiredo)

Por fim, Guimarães comentou a respeito do caminho rumo à conquista da medalha de ouro: "Faltam dois jogos dificílimos que teremos pela frente. Está chegando a hora. Estou muito feliz, feliz pelo meu desempenho, pelo desempenho da equipe. O sonho continua, vamos que vamos!"

O Brasil volta a campo na terça-feira, diante do México, pela semifinal do futebol masculino em Tóquio. A partida, que será disputada em Kashima, está marcada para as 5h00 (de Brasília). Espanha e Japão decidem a outra vaga na decisão.

Futebol