PUBLICIDADE
Topo

Cuiabá

'Foi um equívoco a contratação', diz vice do Cuiabá sobre saída de Valentim

Alberto Valentim foi demitido pelo Cuiabá após primeira rodada do Brasileirão - Gil Gomes / AGIF
Alberto Valentim foi demitido pelo Cuiabá após primeira rodada do Brasileirão Imagem: Gil Gomes / AGIF

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

31/05/2021 13h00

No último sábado, o Cuiabá empatou com o Juventude por 2 a 2 pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Após a partida, o técnico Alberto Valentim foi demitido do clube mato-grossense com apenas 10 partidas no comando. Nesta segunda-feira, o vice-presidente do Cuiabá, Cristiano Dresch, explicou os motivos da demissão do treinador.

"Há algum tempo já vínhamos insatisfeitos com a produção da equipe dentro de campo, com a falta de um melhor futebol apresentado e de uma mecânica melhor de jogo, e não acreditamos que teria uma melhora em pouco tempo. Foi um equívoco a contratação, não tem como usar outra palavra em um trabalho com menos de 60 dias. Erramos. Foi uma contratação feita em consenso, mas equivocada",afirmou em nota divulgada pelo clube

"A história do Cuiabá fala mais do que qualquer tipo de acontecimento. Nada foi feito aleatoriamente. O time não tinha padrão de jogo nenhum, não tinha uma cara. Estamos disputando a melhor competição do Brasil e o Cuiabá estava com cara que não ia dar certo", acrescentou .

Cristiano Dresch também falou o processo de escolha do próximo treinador. "Sobre o novo técnico, já estamos conversando. Vamos fazer com muita convicção, com paciência. Queremos um treinador que conheça a Série A. Vamos analisar o mercado com calma para não ter mais problema. O Cuiabá nunca teve um treinador que ficou menos de 60 dias como foi o Alberto. E tenho certeza que o próximo vai ficar mais", ressaltou.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Cuiabá visita o Fluminense, no domingo, às 11h (de Brasília).

Cuiabá