PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Lucas Lima reclama de árbitro por não expulsar goleiro Everson: "Isso não existe"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

26/02/2021 07h00

Em sua despedida do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras acabou derrotado por 2 a 0 pelo Atlético-MG na noite desta quinta-feira, pela 38ª e última rodada. Na saída do gramado do Mineirão, o meia Lucas Lima reclamou do árbitro Héber Roberto Lopes.

Logo no começo da partida, após passe de Wesley, Lucas Lima saiu livre na cara de Everson e, ao tentar driblá-lo, sofreu falta dura fora da área. Os palmeirenses pediram a expulsão do goleiro do Atlético-MG, mas o árbitro, sem consultar o monitor do VAR, aplicou o cartão amarelo.

"Fizemos um grande primeiro tempo. No segundo, poderíamos ter pressionado um pouco mais e tomamos gol. Mas, no primeiro lance do jogo, eu iria fazer o gol e o juiz deu amarelo. Isso não existe. Iria fazer o gol, estava sozinho. Mas é isso. Vai falar o quê? Veio para apitar assim e fez a parte dele", disse Lucas Lima ao Premiere, sobre Héber.

O técnico Abel Ferreira, posicionado na beirada do gramado, também reclamou da decisão do árbitro na jogada. Durante sua entrevista coletiva, ao analisar a partida vencida pelo Atlético-MG, o português citou o lance protagonizado por Lucas Lima.

"O arbitro falou que, para ser vermelho, tinha que completar o quarto D, que era a direção da bola. Quero dizer que, para se fazer uma finta, a bola tem que mudar de direção e, depois, de velocidade. Mas o árbitro entendeu que não era expulsão", afirmou Abel.

Com 58 pontos, o Palmeiras encerra o Campeonato Brasileiro na sétima colocação. Às 16 horas (de Brasília) deste domingo, com seus titulares descansados, o time alviverde entra em campo em Porto Alegre para enfrentar o Grêmio na primeira final da Copa do Brasil.

Futebol