PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diretor do Barcelona diz que teria sido "desejável" vender Messi na última janela de transferências

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

03/12/2020 07h56

Carles Tusquets, presidente da Comissão de Gestão do Barcelona, concedeu entrevista à rádio RAC 1 Marca e comentou sobre a delicada situação econômica do clube.

Segundo ele, a venda de Lionel Messi na última janela de transferências poderia ter amenizado os problemas. "Economicamente falando, no verão passado eu teria vendido Messi. Teria sido desejável. Pelo que você ganha e pelo que você economiza. A LaLiga exige limites salariais", afirmou.

"É péssimo. É preocupante, mas esperançoso", completou sobre o estado das contas do clube, que no segundo semestre de 2020 promoveu um reajuste salarial entre todo o elenco principal e funcionários.

Tusquets também praticamente descartou a possível contratação de Neymar, muito especulado no Barça durante a janela de transferências. "Se vier de graça, talvez poderemos arcar. Ao menos que o próximo presidente faça um milagre ou se vendermos todo mundo e todo o dinheiro vá para essa operação".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol