PUBLICIDADE
Topo

Santos

Homenagem do Santos a Maradona amanhece vandalizada no CT Rei Pelé

Imagem de Diego Maradona no muro do CT Rei Pelé foi manchada - Guilherme Kastner/Reprodução
Imagem de Diego Maradona no muro do CT Rei Pelé foi manchada Imagem: Guilherme Kastner/Reprodução

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)*

27/11/2020 08h42

O rosto de Diego Maradona que foi pintado no muro do CT Rei Pelé como uma homenagem do Santos ao argentino amanheceu vandalizado, hoje. O ex-jogador morreu na última quarta-feira aos 60 anos.

Guilherme Kastner, conselheiro do clube alvinegro, compartilhou pelas redes sociais uma imagem que mostra o resultado do ato de vandalismo. Ao lado da pintura, também foi escrito a sigla "SFC", de Santos Futebol Clube.

"Bela imagem vamos passar para o mundo. Parabéns aos envolvidos, só que não. Lamentável", escreveu Kastner.

A homenagem foi obra do artista plástico Paulo Consentino. A pintura é temporária e vai durar 30 dias. O Santos já acionou funcionários para revitalizarem o muro pichado.

Em rápido contato com o UOL Esporte, Paulo lamentou a situação e afirmou que não é a primeira vez que sua obra é vandalizada no CT do Santos.

"Eu tenho compreensão que a arte urbana é perene, fizemos uma ação temporária de homenagem, que durou menos do que o programado. Quem pinta na rua sabe que nada dura muito. Já aconteceu outras vezes nesse mesmo muro", disse.

O clube também se pronunciou. "O Santos FC lamenta que vândalos tenham cometido tal fato. O clube já tomou todas as providências cabíveis através do seu Departamento de Patrimônio. Reiteramos que a imagem de Maradona era uma homenagem do clube para um dos jogadores que fizeram história no futebol mundial e que ficaria pintada no muro do CT Rei Pelé por tempo determinado", disse, em comunicado oficial.

O corpo de Maradona foi enterrado na noite de ontem, na presença apenas de amigos e familiares, no cemitério Jardín de Bella Vista, situado na periferia de Buenos Aires. O local fica no bairro de Bella Vista e é o mesmo onde estão enterrados os corpos dos pais do ex-jogador.

*Com Gabriela Brino, colaboração para o UOL Esporte em Santos

Santos