Vegetti explica por que devolveu provocação a Soteldo: 'Não foi respeitoso'

Vegetti e Rossi, do Vasco, devolveram a provocação de Soteldo, após o rebaixamento do Santos, subindo na bola assim como o venezuelano havia feito contra os vascaínos na goleada por 4 a 1, na Vila Belmiro (SP).

O que aconteceu

Os atacantes cruzmaltinos imitaram o gesto tão logo a vitória do Vasco sobre o Red Bull Bragantino, por 2 a 1, foi decretada em São Januário e o Santos foi matematicamente rebaixado.

Vegetti explicou o que o motivou a devolver a provocação, alegando que achou a ação de Soteldo desrespeitosa no jogo na Vila Belmiro.

Eu falei com o Soteldo no dia do jogo: eu entendo uma caneta, uma lambreta, uma bicicleta, entendo tudo, mas creio que aquilo foi uma falta de respeito a nós. Eu disse isso no jogo. Tem que respeitar. Eles vinham de muitos jogos com derrotas e nesse eles saíram com a vitória, mas me pareceu demais porque a gente também sofria contra o rebaixamento. Não foi respeitoso
Pablo Vegetti, atacante do Vasco

O "Pirata" revelou ainda que deu um puxão de orelhas no companheiro Gabriel Pec na goleada do Vasco por 5 a 1 sobre o Coritiba: "No jogo contra o Coritiba, o Pec, que é um grande jogador, também exagerou em uma jogada, e eu, o Emiliano, Ramón, os mais velhos falaram: 'Pec, isso não se faz. Tem que respeitar os rivais'. E nós também merecemos respeito, e por isso não gostei do gesto de Soteldo. Tem que respeitar, a volta no futebol é muito grande. E o Vasco fica na Série A."

No dia seguinte, o próprio Vasco postou uma foto de Vegetti em cima da bola ao lado do auxiliar técnico Emiliano Díaz. O filho de Ramón Díaz, inclusive, repostou a foto em seu Instagram com a legenda: "Písala ahora" [pisa agora].

O lateral direito uruguaio Puma Rodríguez foi outro que apareceu em cima de uma bola em uma foto no vestiário do Vasco.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes