Há vida sem Suárez? Grêmio planeja reforço de peso para substituir uruguaio

Luis Suárez se despediu do Grêmio ao fim da temporada. A lacuna deixada no elenco já é assunto debatido pela direção do clube, que busca um reforço de peso para 2024.

O que aconteceu

Suárez deixou Porto Alegre com apoio da torcida, que foi ao aeroporto Salgado Filho se despedir do atacante na última sexta-feira.

Sem seu principal jogador, o Grêmio já começou a vasculhar o mercado em busca de reposição. Ciente que um jogador de igual qualidade é raridade, o clube definiu parâmetros para achar o alvo ideal.

Não basta apenas ter qualidade técnica, precisa ter apelo. O nome que vier para comandar o ataque tricolor também deverá atender aos anseios da torcida, ter perfil de liderança e capacidade de ser figura em ações de marketing.

O movimento para repor a saída de Luisito deverá ter aval de Renato Gaúcho, que ainda não tem futuro definido. Renato saiu de férias sem acordo de renovação, e antes de fechar qualquer contratação a direção gremista espera alinhar a permanência dele.

Quem pode ser?

Alguns nomes já foram apresentados como alternativas e são discutidos internamente no Grêmio. Respeitando a necessidade de qualidade técnica e capacidade de envolvimento da torcida, o debate ainda não gerou ofertas formais.

Dario Benedetto, do Boca Juniors, foi oferecido. O jogador de 33 anos pode deixar o clube de Buenos Aires no ano que vem e causaria impacto imediato na torcida.

Continua após a publicidade

Rafael Borré, de 28 anos, está no Werder Bremem emprestado pelo Eintracht Frankfurt, ambos da Alemanha, e também está entre as possibilidades.

Gabigol, de 27 anos, também é nome cogitado nos bastidores. A boa relação com Renato Gaúcho poderia pesar e a aceitação da torcida seria grande.

Rogelio Funes Mori, de 32 anos, teria impacto menor, mas também teve nome apresentado à direção gremista recentemente. O centroavante está no Monterrey (MEX) e tem vínculo até o meio de 2024.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes