Marcelo Teixeira vence eleição e volta a ser presidente do Santos

Marcelo Teixeira é o novo presidente do Santos. Ele reassume o comando do Peixe após ter sido mandatário por 12 anos.

O que aconteceu

Marcelo Teixeira foi eleito hoje, em votação online e presencial. Ele teve 4762 votos, contra 1378 de Mauricio Maruca, 1073 de Rodrigo Marino, 1011 de Ricardo Agostinho e 562 de Wladmir Mattos.

O empresário volta à presidência do Santos. Ele esteve na chefia em 1991 e 1992 e, depois, entre 2000 e 2009.

Andres Rueda, atual presidente com mandato até 31 de dezembro, não foi candidato à reeleição e não compareceu no estádio. Ele está recluso depois do rebaixamento à Série B.

Quero agradecer a confiança do associado. O que hoje deveria ser uma festa da democracia, o ambiente não é tão propício pois não estamos felizes com este ano. Mas, de qualquer maneira, as urnas são soberanas. os votos muitos expressivos demonstram a confiança no nosso trabalho e projeto. Queremos que o Santos seja único, com todos unidos. Vamos trabalhar para ter a chance de recolocar o Santos em seu devido patamar. A mudança será feita. Essas medidas serão drásticas e emergências. Não podemos nos acomodar. E não serão apenas em uma área. Temos cinco pilares, que serão atacados de uma forma imediata

Marcelo Teixeira

Eleição conturbada

Membros de torcida organizada tentaram invadir a Vila Belmiro durante a votação que ocorreu entre 10h e 17h.

Continua após a publicidade

Os organizados queriam chegar até Celso Jatene, presidente do Conselho Deliberativo. Jatene saiu do local de votação e se escondeu até a polícia conter os ânimos.

Os torcedores já sabiam que Rueda não estariam e quiseram cobrar Jatene, que defendeu o presidente várias vezes no Conselho e não levou pedidos de impeachment de conselheiros adiante.

Após a confusão e alguns minutos de suspensão, a eleição terminou em paz.

Os desafios

Marcelo Teixeira assumirá o Santos na Série B, com receita completamente diferente em relação a este ano.

Teixeira precisa vender jogadores para diminuir a folha salarial e equilibrar as contas. O Peixe gasta cerca de R$ 12 milhões no futebol profissional masculino por mês.

Continua após a publicidade

A transição começa na próxima segunda-feira, mas a posse oficial será só em 1º de janeiro. Como Rueda está ausente do clube por questões de segurança, há chance de Teixeira assumir a cadeira com antecedência.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora