Auxiliar de Abel diz que Palmeiras não perde tempo secando rivais pela taça

O auxiliar Vitor Castanheira afirmou após a goleada por 4 a 0 sobre o América-MG que o Palmeiras não seca os demais candidatos ao título do Campeonato Brasileiro.

Secou adversários? "Uma coisa que esta equipe e comissão não fazem é olhar para trás nem para o lado. Não controlamos os outros, só controlamos o que fazemos".

Depende apenas de si: "Chegamos na posição que queríamos, só dependemos de nós. Por isso, foco em frente, em ganhar o próximo jogo. É isso que essa comissão e os jogadores querem".

Emoção do campeonato: "O futebol é mágico. Há um mês e meio diziam que o Palmeiras estava fora. Isso demonstra resiliência, esforço dos atletas. Não vamos ganhar todas, mas a equipe compete em todas as competições. Em relação aos outros, não controlamos o que fazem, só o que depende de nós. E é o que vamos fazer nesta reta final".

O que aconteceu

Vitor Castanheira comandou o time contra o América-MG. O técnico Abel Ferreira e o auxiliar João Martins cumprem suspensão.

O Palmeiras se isolou na liderança com os resultados da 36ª rodada. O Alviverde chegou a 66 pontos e aumentou a vantagem na ponta da tabela para três pontos.

Flamengo e Botafogo, outros candidatos ao título, tropeçaram na rodada. O Rubro-Negro foi derrotado no Maracanã para o Atlético-MG (que se colocou de vez na briga), enquanto o Botafogo levou o empate no último minuto do Coritiba.

A equipe de Abel pode se sagrar campeã já no domingo (3). Para isso, o Palmeiras precisa de uma combinação de placares para não poder ser ultrapassado na tabela.

Continua após a publicidade

O que mais o auxiliar disse

Situação de Endrick e Rony:" Ainda não sei dizer, vamos ver o que o departamento clínico diz amanhã sobre eles".

Mudança de sistema: "Não vou falar em mudança de sistema. O mais importante para nós é dinâmica da equipe. Hoje foi agressiva, em busca da vitória. Uma vitória expressiva, e conseguimos os três pontos, que era o fundamental".

Breno Lopes: "Vem entregando muita coisa. Vocês só olham para o erro, e o erro é muito fácil de enxergar. A dedicação, o esforço, o correr para trás, isso ninguém olha, a maior parte só olha para o jogador com a bola no pé. Ninguém mais que o Breno naquela situação queria fazer o gol. Há dedicação, sempre. Isso tem que enaltecer".

Abel pode sair? "Não devo comentar especulação, estamos há três anos e não é a primeira vez que sai esse tipo de notícia. Não posso comentar especulações".

Auxiliares também sairiam? "Esta equipe anda sempre junta".

Continua após a publicidade

Entrosamento da comissão: "Esta comissão já trabalha junto há oito anos. Sinergia e conhecimento entre nós, com um olhar já sabemos o que um quer do outro. Plano de jogo foi feito e executado na perfeição. Coube a mim estar de pé aqui porque Abel e João não podiam, mas as dinâmicas foram iguais ao que fazemos em todos os jogos".

Naves e Flaco: "É um processo e um caminho que esses atletas jovens têm que percorrer. Não é facil jogar no Palmeiras, camisa pesa muito. Flaco foi fantástico ter entrado e fazer dois gols, precisa para dar ânimo. Naves só nos mostrou aquilo que mostra diariamente: segurança, maturidade, confiança. Satisfeito com a atuação deles e de toda a equipe".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes