'Corinthians está morto moralmente': Casão aponta grande desafio para Mano

O colunista Walter Casagrande analisou no Cartão Vermelho que o Corinthians chega "moralmente morto" no duelo contra o Vasco, às 21h30 (de Brasília), em São Januário. Os dois times chegam a três rodadas para o fim do Brasileirão lutando contra o rebaixamento.

'O Corinthians chega com a moral baixíssima': "É um jogo de muito risco para o Corinthians, vem de uma goleada em casa, tomou 5 a 1 do Bahia na sexta-feira passada, não viu a cor da bola, foi atropelado. Foi cinco e levanta a mão para o céu e agradece. No outro dia, teve eleição no clube, aí na terça-feira o time vai lá no Rio de Janeiro jogar contra um dos melhores times do segundo turno, um dos times que está jogando bem, ressuscitou no segundo turno. O Vasco estava praticamente rebaixado no primeiro turno, mas no segundo ele fez o contrário do Botafogo. E o Vasco joga muito bem, vai jogar em casa, São Januário lotado e o Corinthians chegando com a moral baixíssima, autoestima baixíssima, zero confiança, zero personalidade, zero".

'Uma vitória hoje salva o Vasco': "Então, de sexta até terça, o que será que o Mano podia ter feito para levantar o moral desses caras? Sexta foi a goleada, sábado foi eleição, esquece, o processo de recuperação do time começou no domingo, segunda e terça é o jogo, o Mano teve dois dias. Esquece treino, porque treino agora não adianta mais nada, o trabalho do Corinthians é mental, psicológico, do treinador. O que será que o Mano pode ter feito para eu acreditar que o Corinthians vai jogar para cacete e ganhar do Vasco? Jogo de futebol acontece qualquer coisa, mas no papel de analista, o Corinthians está moralmente morto e o Vasco super empolgado. Os jogadores do Vasco, o Ramón Díaz e a torcida no estádio sabem que é esse jogo que vai salvar o Vasco, uma vitória do Vasco hoje o time se salva. A moral fica lá em cima, confiança, segurança, o Vasco cresce, a camisa do Vasco é pesada, esquece a história recente na Série B, o Vasco tem uma história muito maior que esse recorte recente de cair e subir. Acho muito difícil o Corinthians fazer o resultado lá hoje".

'Fomos ingratos com Felipão': Trajano se rende à arrancada do Galo no Brasileiro

José Trajano destacou a arrancada do Atlético-MG no segundo turno do Brasileirão, após um início ruim com Felipão. O Galo lidera o returno do campeonato e tem a melhor defesa entre os 20 times, sendo o único a tomar menos de 30 gols (27).

Assista ao Cartão Vermelho na íntegra

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes