Flamengo empata com Fluminense e perde chance de colar nos líderes

Flamengo e Fluminense empataram por 1 a 1 na noite de hoje (11), no Maracanã, em jogo válido pela 34ª rodada do Brasileirão.

O Flamengo saiu na frente com De Arrascaeta no fim da primeira etapa em lance que o uruguaio deixou Nino no chão. O Fluminense empatou no segundo tempo com Yony González.

O rubro-negro teve o domínio das ações na primeira etapa, levando a melhor na marcação no meio-campo e criando mais chances de gol. Ainda assim, ia saindo zerado de campo até que De Arrascaeta marcou um golaço.

O Fluminense voltou para a segunda etapa com três mudanças e melhorou. Não foi o suficiente para tornar o Tricolor o dono do jogo, mas a equipe de Diniz conseguiu chegar ao empate.

No fim do jogo, Gabigol e Nino se desentenderam após disputa de bola e causaram uma confusão em campo. Os dois foram expulsos.

O Fla x Flu marcou o duelo do último técnica da seleção brasileira contra o atual. Tite comandou o Brasil nas últimas duas Copas do Mundo, enquanto Diniz assumiu neste ano com contrato de apenas um ano — o italiano Carlo Ancelotti tem acerto para comandar a seleção em 2024.

Com o resultado, o Flamengo chegou a 57 pontos e perdeu a chance de igualar a pontuação dos líderes Botafogo, Grêmio e Palmeiras. O Fluminense chegou a 47 e segue em posição confortável no meio da tabela.

O Brasileirão será paralisado para a data Fifa que se inicia nesta segunda-feira (13). O time do técnico Tite volta a campo no dia 23, quinta-feira, em jogo atrasado da 30º rodada contra o Red Bull Bragantino. Já o Flu entra em campo um dia antes, quando recebe o São Paulo.

Curiosidade: Ainda no primeiro tempo, Ganso errou um passe na linha lateral e esbravejou contra a camisa do técnico Tite, que era da mesma cor do uniforme do Fluminense. O camisa 10 avisou ao árbitro, mas novamente reclamou da situação antes de comandante flamenguista entender o protesto e colocar um colete laranja.

Continua após a publicidade

Como foi o jogo

O primeiro tempo teve o ritmo, basicamente, ditado pelo Flamengo. A equipe rubro-negra conseguiu imprimir boa marcação no meio de campo, neutralizar o Fluminense e teve boa presença no ataque, criando chances.

Em uma delas, Cebolinha acertou a trave. Já em outra, Gerson dominou na área, mas bateu sem força e Fábio fez a defesa. Mas após tanta insistência, Arrascaeta fez bonita jogada e abriu o placar.

O time de Fernando Diniz, por sua vez, encontrou dificuldades na saída de bola e para achar espaços. Foram poucos os avanços ao ataque de forma mais perigosa. Um dos lances que assustou o adversário começou em um lançamento de Marcelo, uma ligação mais direta que não é rotineira.

Após o intervalo, o panorama do jogo mudou. Antes dominante, o Flamengo demonstrou espaços entre os setores e sem o mesmo ímpeto do começo do jogo. O Fluminense, por outro lado, encorpou a marcação no meio de campo, passou a ter mais a bola e costurou tramas que antes não conseguia.

Em um das investidas ofensivas, Arias mandou para a área e Yony González deixou tudo igual. Um gol com um toque colombiano.

Continua após a publicidade

Os dois treinadores fizeram mudanças em busca de um novo gás, e a reta final da partida foi de equilíbrio de forças. Nos últimos minutos, John Kennedy e Gerson tentatam tirar a igualdade do placar, mas pararam em Rossi e Fábio, respectivamente.

O jogo terminou com confusão e expulsões. Nino, ao sair jogando, sofreu falta por trás de Gabigol. Após o juiz apitar a falta, o zagueiro tricolor foi tirar satisfação com o atacante rubro-negro, e começou um empurra-empurra entre jogadores dos dois times. O árbitro, imediatamente, mostrou o cartão vermelho para os dois que iniciaram o episódio.

Lances importantes

Primeira chance. No primeiro minuto de jogo, Luiz Araújo recebeu na linha de fundo e cruzou. Cebolinha cabeceou para fora.

Reclamação. Aos 9 minutos do 1º tempo, Marcelo caiu próximo à linha de fundo e pediu falta. Arbitragem mandou seguir, Arrascaeta aciona Luiz Araújo, que passa por Marlon, mas acaba desarmado no momento do chute.

Na trave! Aos 15 minutos do 1º tempo, Marlon errou a saída, a bola ficou no pé de Pulgar, que tocou para Gerson. O volante acionou Cebolinha, que avançou, bateu e carimbou a trave direita de Fábio.

Continua após a publicidade

Uuuuhhh! Aos 25 minutos do 1º tempo, Gerson lançou Filipe Luís, que cruzou rasteiro para Luiz Araújo. O atacante finalizou e Fábio fez a defesa. No rebote, Filipe Luís tentou, mas o goleiro bloqueou de novo.

1x0. Aos 46 minutos do 1º tempo, Pulgar achou Arrascaeta no meio da defesa tricolor. Ele dominou, deixou Nino no chão e bateu cruzado.

Quase! Aos 7 minutos do 2º tempo, Arias avançou pela direita e cruzou. Ganso fez um corta-luz e a bola sobrou para Yony, que mandou por cima.

1x1. Aos 17 minutos do 2º tempo, Arias mandou para a área e Yony chegou dividindo com o goleiro Rossi. A bola bateu no atacante tricolor e morreu na rede.

Confusão e expulsões. Já no último minuto do jogo, Gabigol e Nino se desentenderam em uma disputa de bola e foram um para cima do outro, causando uma confusão em campo. Os dois foram expulsos por Wilton Pereira Sampaio.

'É campeão'

No primeiro jogo no Maracanã após o título da Libertadores, os torcedores do Fluminense ainda estavam em ritmo de comemoração, e os ambulantes aproveitaram. Nos arredores do estádio, eram faixas, bandeiras e camisas com referências à conquista. Uma réplica da taça fez sucesso próximo a um dos principais pontos de concentração dos tricolores. O preço era R$ 10 por família para uma foto ao lado da peça.

Continua após a publicidade

Quando o time entrou em campo, a torcida gritou "É campeão", enquanto a do Flamengo respondeu com "tricampeão".

Torcedores do Fluminense tiram foto ao lado de réplica da taça Libertadores
Torcedores do Fluminense tiram foto ao lado de réplica da taça Libertadores Imagem: Alexandre Araújo / UOL

FICHA TÉCNICA

Flamengo 1 x 1 Fluminense

Campeonato Brasileiro - Rodada 34
Data
: 11/11/2023 (sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Amarelos: Arias, Alexsander, John Kennedy e Ganso; Erick
Vermelhos: Gabigol e Nino
Gols: De Arrascaeta (46'/1ºT); Yony González (17'/2ºT)
Público total: 64.399
Renda: R$ 3.041.395,00

Continua após a publicidade

FLAMENGO: Rossi; Matheuzinho, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Filipe Luís (Ayrton Lucas); Erick Pulgar, Gerson e De Arrascaeta (Everton Ribeiro); Everton Cebolinha (Thiago Maia), Luiz Araújo (Bruno Henrique) e Pedro (Gabigol). Técnico: Tite

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier, Nino, Marlon (Lima) e Marcelo (Diogo Barbosa); André, Martinelli e Ganso (Alexsander); Keno (Yony González. depois Lelê), Jhon Arias e John Kennedy. Técnico: Fernando Diniz.

Errata:

o conteúdo foi alterado

  • Ao contrário do publicado, o gol de Arrascaeta foi no primeiro, e não no segundo, tempo. A informação foi corrigida.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes