São Paulo atropela Corinthians e vai à final da Copa do Brasil após 23 anos

O São Paulo dominou o Corinthians, venceu por 2 a 0 e está na final da Copa do Brasil. O Tricolor foi soberano no Morumbi, reverteu a desvantagem da ida e avançou com 3 a 2 no placar agregado.

Wellington Rato e Lucas fizeram os gols da classificação, ainda no primeiro tempo. Os tentos saíram aos 12 e aos 32 minutos.

O Tricolor enfrentará na grande decisão o Flamengo, que eliminou o Grêmio na outra semifinal. Os jogos da final serão disputadas nos dias 17 e 24 de setembro — os mandos das partidas ainda serão sorteados.

O São Paulo retorna à final da Copa do Brasil após 23 anos e mantém vivo o sonho do título inédito. Em sua única participação na decisão do torneio, em 2000, o clube ficou com o vice-campeonato ao ser derrotado pelo Cruzeiro.

Os dois times voltam a campo no sábado (19), pelo Brasileirão. O Tricolor recebe o Botafogo, às 16h (de Brasília), enquanto o Alvinegro visita o Cruzeiro, às 21h, pela 20ª rodada.

Curiosidade: O São Paulo garantiu pelo menos R$ 30 milhões de premiação com a vaga. Se for campeão, o clube embolsará R$ 70 milhões.

Como foi o jogo

Lucas e Rato comemoram gol do São Paulo sobre o Corinthians em duelo da Copa do Brasil
Lucas e Rato comemoram gol do São Paulo sobre o Corinthians em duelo da Copa do Brasil Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O clima esquentou antes mesmo de a bola rolar. A delegação do São Paulo foi recepcionada com uma grande festa pela torcida, mas o ônibus do Corinthians foi atingido e teve janelas quebradas na chegada ao Morumbi - o time alvinegro teve atraso pela logística, o que retardou o início da partida em oito minutos.

Continua após a publicidade

No campo, o São Paulo começou avassalador e não deixou o adversário respirar. A equipe de Dorival Júnior pressionou no ataque e encurralou o time rival, que meramente se defendia da incessante artilharia do Tricolor.

Wellington Rato, com um golaço de fora da área, furou a retranca corintiana. O tento deixou tudo igual no placar agregado e levava a decisão para os pênaltis.

O Corinthians mudou a postura e tentou se soltar após sofrer o gol, mas pouco conseguiu criar. A principal e única chance da equipe na etapa inicial foi uma cabeçada de Murillo que saiu rente à trave.

Jogadores do Corinthians se lamentam durante jogo contra o São Paulo, válido pela Copa do Brasil
Jogadores do Corinthians se lamentam durante jogo contra o São Paulo, válido pela Copa do Brasil Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

A estrela de Lucas brilhou e ele quase decidiu a partida antes do intervalo. Em duas jogadas que deixaram a defesa do Corinthians estática, ele marcou o segundo gol e depois viu Cássio crescer e salvar com o pé o que seria o terceiro do time da casa ainda no primeiro tempo.

Luxemburgo mexeu no segundo tempo, mas já era tarde. As entradas de Fagner e Rojas após o intervalo não deram a dinâmica desejada ao time, que seguiu sendo neutralizado pelo rival. Renato Augusto, principal jogador da equipe e autor dos dois gols na partida de ida, ficou encaixotado pela marcação.

Continua após a publicidade

O Corinthians até ensaiou uma blitz na reta final, mas não teve forças para frustrar a festa são-paulina. O Tricolor ainda teve chances para ampliar e contou com Rafael brilhando no apagar das luzes para passar ileso no Morumbi e despachar mais um rival pelo caminho.

Gols e destaques

Wellington Rato celebra gol do São Paulo sobre o Corinthians em jogo da Copa do Brasil
Wellington Rato celebra gol do São Paulo sobre o Corinthians em jogo da Copa do Brasil Imagem: Miguel Schincariol/Getty Images

Calleri tenta. Aos 11 minutos do primeiro tempo, Rato avançou pela direita, partiu para cima de Fábio Santos na área e cruzou para trás. Muito marcado por Gil, Calleri até desviou, mas pegou fraco e facilitou para Cássio. O atacante argentino ficou reclamando de pênalti, mas o jogo seguiu.

1x0 com golaço. Aos 12', Pablo Maia interceptou um chutão de Cássio e a bola foi parar em Rato. O meia avançou, ajeitou para a canhota e acertou o ângulo, sem chances para Cássio.

Por pouco o empate. Aos 20', Ruan Oliveira cobrou escanteio pela direita, Murillo venceu a disputa pelo alto e cabeceou firme, mas a bola passou raspando a trave.

Continua após a publicidade

2x0. Aos 32', Nestor recebeu na esquerda e armou o cruzamento, mas optou por tocar para Lucas na entrada da área. O camisa sete mandou um chuveirinho para Rato, que devolveu de primeira e o próprio Lucas completou. Ele acertou a trave, mas a bola voltou para ele e acabou entrando.

Cássio salva. Aos 36', Lucas tentou tabelar com Calleri e Murillo cortou, mas o camisa sete ficou com a sobra. Ele fez fila pelo meio e bateu cruzado, rasteiro, mas Cássio protagonizou um milagre e defendeu com o pé.

Letra de Calleri. Aos 14' do segundo tempo, Nestor lançou Calleri nas costas da marcação, o atacante argentino deixou Murillo no chão e chutou de letra, mas Cássio fechou o espaço ao sair e defendeu. De qualquer forma, o lance não valeria porque o bandeirinha assinalou impedimento.

Rato desperdiça. Aos 15'. Lucas roubou a bola e tabelou com Calleri, mas a devolução veio forte. Mesmo assim, o camisa sete conseguiu levar para a linha de fundo e cruzou rasteiro. O atacante argentino dominou e rolou para Rato, livre, que bateu de primeira e mandou muito por cima.

Corinthians leva perigo. Aos 29', Wesley fez jogada individual pela esquerda, livrou-se de dois e cruzou. A bola foi afastada, mas Bidu ficou com a sobra e mandou para a área. Maycon dominou e bateu, mas saiu mascado e saiu pela linha de fundo.

Rafael cresce. Aos 37', Rojas recebeu na intermediária, dominou e arriscou de muito longe. A bola ia no ângulo, mas Rafael se esticou no limite para espalmar para escanteio.

Continua após a publicidade

Ficha técnica
São Paulo 2 x 0 Corinthians [3x2 no agregado]

Competição: Jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data e hora: 16 de agosto de 2023, às 19h38
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Bruno Boschilia e Rodrigo Figueiredo
VAR: Igor Benevenuto
Amarelos: Murillo e Gil
Vermelhos: Não houve
Público: 62.093
Renda: R$ 8.500.325,00

Gols: Wellington Rato, aos 12'/1ºT, e Lucas Moura, aos 32'/1ºT

São Paulo: Rafael; Rafinha, Arboleda, Beraldo e Welington; Pablo Maia, Wellington Rato (Juan), Alisson (Gabriel Neves) e Rodrigo Nestor (Michel Araujo); Lucas e Calleri (Diego Costa). Técnico: Dorival Júnior

Corinthians: Cássio; Méndez (Fagner), Gil, Murillo e Fábio Santos (Matheus Bidu); Fausto Vera (Matias Rojas), Maycon, Ruan Oliveira (Giuliano) e Renato Augusto; Adson (Wesley) e Yuri Alberto. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes