Topo

Brasileirão - 2023

Brasileirão: América-MG arranca empate com Athletico nos acréscimos

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/06/2023 13h04

Classificação e Jogos

Jogando no Mineirão, o América-MG saiu perdendo por dois gols diante do Athletico Paranaense, mas se superou para buscar o empate nos acréscimos, garantindo o 2 a 2, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, hoje (11).

O que aconteceu

Vítor Roque e Christian marcaram os gols do Athletico; Wellington Paulista descontou para os donos da casa e Danilo Avelar empatou nos acréscimos.

Com o resultado, o Athletico chega a 16 pontos; o time é o sétimo colocado do Brasileirão, mas pode perder posições com o complemento da rodada.

Briga contra o rebaixamento. O América-MG tem oito pontos, e agora é o 17º colocado, superando o Goiás. O Vasco (19º) ainda pode ultrapassar a equipe mineira.

Como foi o jogo

América-MG assusta primeiro, mas Athletico sai na frente. Os donos da casa começaram em cima, buscando o gol e até criaram uma chance clara, que parou na trave. No lance seguinte, Vítor Roque abriu o placar.

Athletico dita o ritmo do primeiro tempo. Com a vantagem, os visitantes adotaram uma postura defensiva. A estratégia funcionou bem até o fim do primeiro tempo, com muitas faltas dos dois times.

Gol no início do segundo tempo e controle visitante. Christian aumentou a vantagem do Athletico no início do segundo tempo. O jogo parecia controlado até Canobbio fazer pênalti.

Pressão e gol nos acréscimos. Wellington Paulista não converteu o pênalti, mas fez no rebote. No fim, o América-MG se lançou ao ataque e conseguiu o empate nos acréscimos, com Danilo Avelar.

Lances importantes:

Na trave! Aos 8 minutos, Juninho faz boa jogada pela direita e cruza. A bola é mal afastada e Felipe Azevedo bate de primeira. A bola explode na trave!

0x1: No minuto seguinte, Fernando avança com liberdade pela esquerda e cruza. Vítor Roque sobe alto e cabeceia com estilo para encobrir o goleiro e abrir o placar.

0x2: Logo no início do segundo tempo, Hugo Moura domina com liberdade próximo à grande área e cruza. Christian aparece na segunda trave e, de frente para o goleiro, cabeceia forte, aumentando a vantagem.

Quase um golaço! Aos 19 minutos, Madson faz boa jogada pela direita e cruza a meia altura. Vítor Roque finaliza de costas, com uma puxeta, mas a bola vai por cima.

Bento salva! Aos 21 minutos, Juninho faz boa jogada pela direita e cruza. A bola desvia e vai na direção do gol, encobrindo Bento. O goleiro dá um passo para trás e se estica para tocar para escanteio.

Tiro livre indireto. Em lance inusitado, Madson toca para trás e Bento sai do gol para pegar com a mão. O árbitro marca tiro livre indireto. Na cobrança, Martínez decide cruzar e a finalização de cabeça sai fraca.

1x2: Aos 28 minutos, Juninho finaliza e a bola bate na mão de Canobbio, dentro da área. O VAR recomenda a revisão do lance, e o árbitro marca pênalti. Wellington Paulista bate mal, Bento defende, mas a bola volta nos pés do atacante, que marca no rebote.

2x2: Aos 51 minutos da segunda etapa, após pressionar, o América-MG chegou ao empate. Danilo Avelar subiu muito alto na segunda trave e ganhou da defesa paranaense para deixar tudo igual.

FICHA TÉCNICA
América-MG 2 x 2 Athletico Parananense

Data: 11/06/2023 (sábado)
Horário: 11h (de Brasília)
Competição: 10ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: João Vitor Gobi
Assistentes: Bruno Raphael Pires e Evandro de Melo Lima
VAR: Alberto Poletto Masseira
Cartões amarelos: Marcinho, Aloísio (AME); Vítor Roque, Bento, Erick, Canobbio (ATH).
Gols: Vítor Roque, aos 9 minutos do primeiro tempo; Christian, aos 3' e Wellington Paulista, aos 31', e Danilo Avelar, aos 51 minutos do segundo tempo,

América-MG: Pasinato; Marcinho, Wanderson, Iago Maidana e Danilo Avelar; Lucas Kal (Rodriguinho), Felipe Azevedo (Rodrigo Varanda) e Breno (Martínez); Juninho, Everaldo (Renato Marques) e Aloísio (Wellington Paulista). Técnico: Vágner Mancini.

Athletico Paranaense: Bento; Madson, Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Fernando; Erick, Hugo Moura (Matheus Felipe), Christian (Willian) e Alex Santana (Léo Cittadini); Canobbio (Cuello) e Vítor Roque (Thiago Andrade). Técnico: Paulo Turra.