Topo

Brasileirão - 2023

'Escondidos' pela Champions, Santos e Coritiba empatam e seguem em crise

Marcelino Moreno, do Coritiba, disputa lance com Joaquim, do Santos - Robson Mafra/AGIF
Marcelino Moreno, do Coritiba, disputa lance com Joaquim, do Santos Imagem: Robson Mafra/AGIF

Do UOL, em Santos (SP)

10/06/2023 18h02

Classificação e Jogos

Em um jogo sofrível, Coritiba e Santos empataram em 0 a 0 neste sábado, no Couto Pereira, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida ocorreu no mesmo horário da final da Liga dos Campeões entre Internazionale e Manchester City. O City foi o campeão.

Coritiba e Santos fizeram um jogo fraco tecnicamente de dois times que vivem jejum de vitórias e têm seus técnicos pressionados nos cargos.

O Coxa não vence há 16 partidas, enquanto o Peixe não ganha há oito. Antônio Carlos Zago e Odair Hellmann vivem grande pressão e são alvos de suas torcidas.

A equipe paranaense segue na lanterna do Brasileirão, agora com quatro pontos, enquanto o Santos foi para o 12º lugar, com 13, e pode perder posições na conclusão da rodada.

Os times agora param na Data-Fifa. O Coritiba só jogará no dia 22, contra o Internacional, novamente no Couto Pereira. O Santos terá o clássico contra o Corinthians, na Vila Belmiro, no dia 20.

Como foi o jogo

Quem deixou de ver a final da Liga dos Campeões certamente se arrependeu. Coritiba e Santos fizeram uma partida muito ruim tecnicamente no Couto Pereira.

O primeiro tempo, apesar das limitações, foi de superioridade do lanterna. O Coxa criou as principais chances e parou no goleiro João Paulo ou na falta de pontaria. O Santos, inofensivo, só criou uma grande oportunidade, num lance inacreditável de Soteldo.

Mendoza cruzou para o baixinho Soteldo, que cabeceou bem mesmo com seus 1,60 m de altura e parou em Gabriel. No rebote, com o goleiro caído e na pequena área, o camisa 10 parou novamente em Gabriel.

A etapa final teve o mesmo cenário. O Santos voltou um pouco melhor no começo do segundo tempo, mas o Coritiba equilibrou as ações no decorrer da partida e deu alguns sustos. Nenhuma chance clara foi criada e a emoção ficou por conta de finalizações de fora da área.

Zago e Odair tentaram mudar o jogo com as substituições, mas de nada adiantou. Coritiba e Santos começaram sem inspiração a 10ª rodada do Brasileirão. E passaram longe de ofuscar a final da Champions em Istambul.

Lances importantes

Inacreditável. Aos 13 minutos, Mendoza cruzou e Soteldo cabeceou para grande defesa de Gabriel. No rebote, o camisa 10 parou novamente em um milagre do goleiro do Coritiba na pequena área.

Por pouco. No minuto 24, Marcelino Moreno encontrou Jamerson sozinho na área, mas João Paulo saiu rapidamente do gol e evitou que o Coxa abrisse o placar.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 0 x 0 SANTOS

Estádio: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 10 de junho de 2023
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Mota Correia (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Correa (Fifa-RJ) e Thiago Henrique Neto Correia Farinha (RJ)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelos: Thiago, Robson e Victor Luís (Coritiba) e Camacho (Santos)
Cartão vermelho: Camacho (Santos)

CORITIBA: Gabriel, Jean Pedroso (Kaio), Henrique e Thiago (Victor Luís); Natanael, Bruno Gomes (Andrey), Liziero (Junior Urso), Marcelino Moreno (Zé Roberto) e TJamerson; Robson e Alef Manga.
Técnico: Antonio Carlos Zago

SANTOS: João Paulo, Nathan (João Lucas), Joaquim, Messias e Gabriel Inocêncio; Alison (Camacho), Dodi e Lucas Lima (Rodrigo Fernández); Mendoza, Soteldo (Ângelo) e Marcos Leonardo (Bruno Mezenga)
Técnico: Odair Hellman