Topo

Brasileirão - 2023

Fortaleza vence com gols no fim, encosta no G4 e amplia crise no Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

27/05/2023 18h03

Classificação e Jogos

O Fortaleza venceu o Vasco por 2 a 0, na Arena Castelão, encostou no G4 do Campeonato Brasileiro, e aprofundou a crise no clube carioca. O triunfo foi construído na reta final do confronto, com gols de Thiago Galhardo e Romero.

Com o resultado, o Leão volta a vencer na competição e chega a 13 pontos. O Cruz-Maltino permanece com seis, na zona de rebaixamento, e se vê ainda mais pressionado.

O Fortaleza volta a campo na quarta-feira, contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil. Na próxima rodada do Brasileiro, o Leão do Pici enfrenta o Bahia, em casa. Já o Vasco terá pela frente o clássico com o Flamengo.

Como foi o jogo

Parou no goleiro. O Fortaleza aproveitou o fator casa e começou melhor a partida. A equipe de Vojvoda teve mais a bola e volume, e conseguiu achar espaços no sistema defensivo do Vasco. O Leão criou boas oportunidades e deu trabalho ao goleiro Leo Jardim, que fez boas defesas.

Saída em velocidade. A equipe cruz-maltina, por outro lado, se mostrava perdida no meio de campo, mas vez ou outra encaixava o contra-ataque. Porém, João Ricardo pouco apareceu. A chance mais clara foi uma bola na trave de Figueiredo.

Chances no começo. O segundo tempo começou agitado, com uma boa chance para cada lado, mas o jogo diminuiu o ritmo e o duelo ficou mais "preso". As equipes buscavam alternativas, mas esbarravam em erros na construção das tramas.

Mudanças. Os técnicos fizeram substituições com a intenção de dar um fôlego maior e mudar o cenário do duelo. O Fortaleza mantinha a posse e pressionava, mas ainda não encontrava sucesso. Enquanto isso, o Vasco se segurava e não mostrava repertório capaz de chegar de forma mais sólida ao ataque.

Vitória. O Fortaleza abriu o placar na reta final da partida, com gol de Thiago Galhardo, que cabeceou nas costas de Piton. O Leão ainda teve tempo de fazer mais um, com Romero, nos acréscimos.

Lances importantes

Defendeu. Aos 5 minutos do 1º tempo, Calebe cobrou falta buscando o ângulo e Léo Jardim fez a defesa.

Perdeu! Aos 14 minutos do 1º tempo, Calebe entrou sozinho pela direita, após passe de Thiago Galhardo, arrumou o corpo e bateu, mas mandou por cima do gol.

Leo Jardim de novo. Aos 19 minutos do 1º tempo, Moisés recebeu na ponta esquerda e cruzou na segunda trave. Thiago Galhardo chegou cabeceando e o goleiro vascaíno defendeu.

Na trave! Aos 35 minutos do 1º tempo, Figueiredo recebeu na ponta esquerda, ajeitou para o meio e finalizou. A bola carimbou a trave e saiu.

Pegou. No primeiro lance do segundo tempo, Moisés recebeu livre na área e bateu, mas Léo Jardim fez a defesa e Piton afastou.

Tirou! Aos 11 minutos do 2º tempo, Thiago Galhardo desviou desviou cobrança de falta, Léo Jardim tocou e a bola ainda pegou no travessão antes de ir para escanteio.

1x0. Aos 41 minutos do 2º tempo, Thiago Galhardo subiu nas costas de Lucas Piton e, de cabeça, abriu o placar.

2x0. Aos 48 minutos do 2º tempo, Bruno Pacheco cruzou e Romero ampliou o placar no Castelão.

Ações contra o racismo

A partida teve algumas ações contra o racismo. Os clubes divulgaram as escalações e os integrantes do banco de reservas sem os nomes dos jogadores negros, em alerta à ausência de negros em diversas áreas da sociedade: "reflexo de um racismo que vai muito além do insulto e da injúria".

Os time entraram em campo com uma camisa "com racismo, não tem jogo", parte de uma ação da CBF, que teve também os jogadores, comissões técnicas e arbitragem ajoelhando no gramado.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2 X 0 VASCO

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Dia e hora: 27 de maio de 2023, sábado, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Edina Alves Batista (FIFA/ SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (FIFA/ SP) e Leila Naiara Moreira da Cruz (FIFA/ DF)
Cartões amarelos: Hércules, João Ricardo, Pikachu (FOR); Capasso (VAS)
Cartões vermelhos: -
Gols: Thiago Galhardo, do Fortaleza, aos 41'/2ºT; Romero, do Fortaleza, aos 48'/2T

Fortaleza: João Ricardo; Tinga, Brítez, Titi e Bruno Pacheco; Caio Alexandre, Hércules (José Welison) e Calebe (Yago Pikachu); Moisés (Guilherme), Lucero (Silvio Romero) e Thiago Galhardo (Pochettino). Técnico: Juan Vojvoda

Vasco: Léo Jardim; Paulo Henrique, Capasso (Miranda), Léo e Lucas Piton; Jair (Rodrigo), Barros (Mateus Carvalho) e Galarza (Orellano); Gabriel Pec, Figueiredo e Alex Teixeira (Eguinaldo). Técnico: Maurício Barbieri