Topo

Brasileirão - 2023

Botafogo supera expulsões, vence Fla em jogo elétrico e lidera Brasileirão

Do UOL, em Santos (SP)

30/04/2023 18h04

Classificação e Jogos

O Botafogo superou expulsões e venceu o Flamengo por 3 a 2 neste domingo em um jogaço no Maracanã. Os gols do Bota foram marcados por Tiquinho (2) e Danilo Barbosa. Léo Pereira fez os dois do Rubro-Negro.

O Botafogo foi para o intervalo com 2 a 0 no placar, mas viu Rafael e o técnico Luis Castro serem expulsos no começo do segundo tempo. Tiquinho, de pênalti, fez o primeiro. Nos acréscimos, Danilo Barbosa cabeceou sozinho e ampliou.

Rafael foi expulso aos quatro minutos, o Flamengo diminuiu com Léo Pereira aos 12 e parecia perto do empate quando Tiquinho aproveitou linda jogada de Tchê Tchê e fez o terceiro no minuto 25. O Rubro-Negro ainda diminuiu novamente com Léo Pereira aos 40, mas não foi suficiente. O goleiro Lucas Perri, do Botafogo, brilhou com várias boas defesas e dividiu o protagonismo com Tiquinho.

O Bota aproveitou o desfalque de Gerson de última hora. O meio-campista sentiu o adutor esquerdo minutos antes de a bola rolar e foi substituído por Ayrton Lucas. A opção de Sampaoli não surtiu efeito e Ayrton saiu para a entrada de Everton Ribeiro no intervalo.

Com a vitória, o Botafogo foi para a liderança do Campeonato Brasileiro, com 100% de aproveitamento e nove pontos. O Flamengo é apenas o 12º, com três. O Fogão voltará a campo para enfrentar o Atlético-MG, no domingo. O Rubro-Negro medirá forças com o Athletico no mesmo dia.

Como foi o jogo

O Botafogo teve uma boa notícia antes mesmo do apito inicial. Gerson, com dor no adutor esquerdo, foi substituído por Ayrton Lucas. O lateral-esquerdo improvisado no meio-campo por Jorge Sampaoli não funcionou e saiu no intervalo.

O Fogão começou o clássico em apuros, mas aguentou a pressão e começou a se soltar. O time de Luís Castro aproveitou o pênalti bobo de Wesley convertido por Tiquinho e equilibrou as ações, se sobressaindo no desorganizado meio-campo rubro-negro.

O segundo tempo foi diferente. O Flamengo voltou com Everton Ribeiro na vaga de Ayrton Lucas e se aproveitou da expulsão de Rafael para começar a dominar o rival. Léo Pereira diminuiu aos 12 minutos e o Rubro-Negro parecia perto do empate, porém, a defesa vacilou de novo, deixou Tchê Tchê fazer fila e Tiquinho ampliou.

O Flamengo se lançou ao ataque nos minutos finais e diminuiu com outro gol de Léo Pereira. A torcida apoiou e o Rubro-Negro empurrou o rival até o fim, mas o resultado não mudou mesmo com a expulsão de Rafael e o cartão vermelho também para o técnico Luis Castro, que exagerou na reclamação e viu o final do clássico das cabines. O goleiro Lucas Perri teve ótima atuação.

Lances importantes

Na trave. Aos 5 minutos, Gabigol acionou Wesley, que cruzou rasteiro para Vidal desviar e acertar a trave do goleiro Lucas Perri.

1 a 0. No minuto 29, o Botafogo abriu o placar com Tiquinho cobrando pênalti. A penalidade máxima de Wesley em Victor Sá foi contestada pelos flamenguistas.

2 a 0. Aos 49, praticamente no último lance, o Fogão ampliou. Eduardo bateu o escanteio e Danilo Barbosa, sozinho, cabeceou no canto do goleiro Santos.

E aí, Gabi? Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Gabigol recebeu um bolão do Everton Ribeiro e bateu fraco para defesa de Lucas Perri. Segundos depois, Gabi parou de novo no Perri.

Vacilo. No minuto 4, Rafael entrou por cima em Everton Cebolinha e foi expulso.

O Flamengo diminui. Aos 12, de zagueiro para zagueiro, Fabricio Bruno e Léo Pereira invadiu a área para bater de primeira e vencer Perri.

Botafogo guerreiro. No minuto 25, Tchê Tchê fez fila e cruzou para Tiquinho, de novo ele, ampliar. 3 a 1 para o Botafogo.

3 a 2. Aos 40 do segundo tempo, Everton Ribeiro cruzou e Léo Pereira, de cabeça, fez o segundo dele no clássico.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 x 3 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30 de abril de 2023 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Edina Alves Batista
Assistentes: Neuza Ines Back e Leila Naiara Moreira
VAR: Daiane Muniz
Cartões amarelos: Gabigol, Vidal, David Luiz e Thiago Maia (Flamengo) e Rafael, Tiquinho Soares e Cuesta (Botafogo)
Cartões vermelhos: Rafael e Luis Castro (Botafogo)

GOLS:
Flamengo:
Léo Pereira (2), aos 12 e 40 minutos do 2T
Botafogo: Tiquinho Soares e Danilo Barbosa, aos 29 e 49 minutos do 1T; Tiquinho, aos 25 minutos do 2T

FLAMENGO: Santos; Fabricio Bruno, David Luiz e Léo Pereira; Wesley (Marinho), Thiago Maia (Victor Hugo), Vidal (Matheus França), Ayrton Lucas (Everton Ribeiro) e Everton Cebolinha (Bruno Henrique); Gabriel e Pedro. Técnico: Jorge Sampaoli.

BOTAFOGO: Lucas Perri; Rafael, Adryelson, Victor Cuesta e Marçal; Danilo Barbosa, Tchê Tchê (Philipe Sampaio) e Eduardo (Marlon Freitas); Júnior Santos (Di Plácido), Victor Sá (Luis Henrique) e Tiquinho Soares. Técnico: Luís Castro.