PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quem seu time pode negociar na próxima janela de transferências?

Luan é um dos jogadores que pode ser negociado nesta janela de transferências - Kely Pereira/AGIF
Luan é um dos jogadores que pode ser negociado nesta janela de transferências Imagem: Kely Pereira/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre*

01/07/2022 04h00

Classificação e Jogos

A janela de transferências está próxima de ser reaberta, em 18 de julho, e o mercado da bola vai se movimentando mais a cada dia. Os principais clubes do Brasil batalham pelos melhores reforços para atingir os objetivos definidos na temporada. Mas a porta da rua tem mão dupla, e da mesma forma que atletas novos vão entrar, outros tantos irão sair.

Por isso, a reportagem do UOL Esporte resolveu facilitar a vida de quem pretende achar alternativas para seus clubes e elencou quem deve ser negociado sem grande dificuldade na próxima janela de transferências.

Atlético-MG

Fábio Gomes disputou custou R$ 4 milhões e disputou apenas 13 jogos pelo Atlético-MG - Pedro Souza/Atlético-MG - Pedro Souza/Atlético-MG
Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Único reforço que teve os direitos comprados pelo Atlético-MG em 2022, o atacante Fábio Gomes não conseguiu ter sequência de jogos. O centroavante recebeu a camisa 9, mas só disputou 14 dos 39 jogos do Galo na temporada, com três gols anotados. Com a chegada de Alan Kardec, já confirmada, o Galo procura um novo destino para Fábio Gomes. O clube mineiro pagou R$ 4 milhões ao Oeste-SP, por 50% dos direitos.

Botafogo

O meia Felipe Ferreira não está nos planos do Botafogo. Com contrato até o fim do ano, ele está integrado ao elenco sub-23 — o Brasileiro de Aspirantes permite quatro jogadores acima da idade limite por partida. O clube recebeu contatos pelo jogador e há conversas em curso.

Felipe Ferreira chegou ao Glorioso em março do ano passado e atuou em algumas partidas na Série B do Brasileiro. Na atual temporada, foi utilizado no início do Carioca.

Corinthians

Luan durante treino do Corinthians - Rodrigo Coca/Agência Corinthians - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O Corinthians tem lista extensa de jogadores que podem deixar o CT Joaquim Grava com a reabertura da janela de transferências. O meia-atacante Gustavo Mantuan e o goleiro Ivan foram emprestados ao Zenit, da Rússia, na negociação envolvendo o centroavante Yuri Alberto, e deixam o Brasil no dia 14, logo após o segundo jogo com o Santos, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O lateral João Pedro, emprestado pelo Porto, não teve seu contrato renovado.

O zagueiro João Victor é um dos mais cotados a serem negociados dentro do elenco. O defensor desperta o interesse de Porto e Benfica e sua permanência no futebol brasileiro é vista como pouco provável. O goleiro Guilherme Pezão tem sondagens de uma equipe do Chipre e também deve ser negociado. Há também os casos de Raul Gustavo, na mira do Milan, Robert Renan, no radar de dois clubes da Premier League, e também do lateral Lucas Piton, que desperta o interesse de equipes da Itália.

Por fim, quem também pode deixar o Corinthians é o meia Luan — que ainda não entrou em campo sob o comando de Vítor Pereira e será colocado no mercado da bola caso haja interessados.

Cruzeiro

O Cruzeiro tem duas possibilidades certas de negociação para atletas do clube: o zagueiro Matheus Silva e o meia Marco Antônio, que não são opções para o técnico Paulo Pezzolano.

Matheus Silva chegou no início da temporada, atuou em cinco oportunidades com o treinador, mas parou de ser aproveitado e relacionado. Ele esteve para sair na janela anterior, mas as conversas não evoluíram.

Já Marco Antônio é jogador da base e também foi utilizado por Pezzolano no Campeonato Mineiro. No ano passado, ele fez um trabalho de reforço muscular que o tirou de combate por determinado período, além de ter sofrido com lesões. Com Pezzolano, fez apenas cinco jogos.

Flamengo

Diego, do Flamengo, em ação contra o Corinthians  - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Esta janela pode ser decisiva para o Flamengo, que há tempos fala sobre reformulação do elenco, mas as negociações, até o momento, não andaram para este caminho. Diego Alves, Filipe Luís e Diego Ribas são exemplos de atletas que encerram contrato no fim do ano e que o clube não deve dificultar uma negociação. A situação do lateral esquerdo deve ser tratada com maior delicadeza, visto que pode incorporar outra função no clube.

Outros nomes correm por fora e o clube pode observar o mercado para ouvir algumas propostas: Rodinei, Léo Pereira e Gustavo Henrique. O zagueiro Matheus Thuler retornou de empréstimo, já está treinando no Ninho do Urubu, mas é um dos atletas que a diretoria vê com bons olhos para uma nova negociação, visando o lucro financeiro.

Fluminense

A diretoria do Fluminense está no mercado em busca de reforços, principalmente, para o ataque. O setor ofensivo perdeu Luiz Henrique, negociado com o Betis (ESP), e o adeus de Fred está próximo, visto que o ídolo vai se aposentar ao fim do contrato (no dia 21). Por outro lado, o clube admite que há a necessidade de fazer novos negócios para fluxo de caixa.

Um nome que aparece neste radar é do meia-atacante Michel Araújo. O uruguaio retornou de empréstimo junto ao Al Wasl, do Emirados Árabes, e o nome agrada o técnico Fernando Diniz, mas a diretoria não descarta fazer negócio.

Grêmio

O Grêmio precisa realizar grande venda para fechar as contas durante a Série B, mas também procura reduzir a folha salarial. A lista de nomes que podem ajudar o clube a bater a meta financeira com transferências tem os goleiros Brenno e Gabriel Grando e os meias Fernando Henrique e Mateus Sarará, mas principalmente o trio Villasanti, Jaminton Campaz e Ferreira. A segunda listagem envolve nomes que podem ser liberados, mediante oferta de empréstimo. Constam aí Thiago Santos, Lucas Silva, Diogo Barbosa e Benítez.

Inter

Wesley Moraes, reforço do Inter para temporada 2022 - Ricardo Duarte/Inter - Ricardo Duarte/Inter
Imagem: Ricardo Duarte/Inter

O Internacional vive situação financeira complicada. Por isso, promete analisar qualquer oferta que receber por seus jogadores. No entanto, tem nomes preferenciais para liberar.

Na lista dos que saem sem dificuldades, Gustavo Maia e Wesley Moraes estão no topo. Ambos são emprestados por clubes europeus, Barcelona e Aston Villa respectivamente, e é necessário que o clube interessado em assumir a ligação até o fim do ano acerte-se com todas as partes.

Além deles, Caio Vidal, Heitor e Bruno Gomes também estão na relação de possíveis saídas. Lembrando que o Inter já rescindiu com Marcos Guilherme e negociou Rodrigo Dourado e Thiago Galhardo neste período.

Por fim, nos bastidores o clube trabalha com a possibilidade de vender Edenilson. Caso chegue uma proposta interessante, a saída pode ser encaminhada.

Palmeiras

Rony iguala Pelé e Zico em lista de brasileiros artilheiros na Libertadores - NORBERTO DUARTE / AFP - NORBERTO DUARTE / AFP
Imagem: NORBERTO DUARTE / AFP

O Palmeiras não tem necessariamente desejo de negociar qualquer de seus jogadores. Há, no entanto, os que têm mercado, como Danilo, Kuscevic e Rony. Atacantes como Breno Lopes e Wesley podem sair, mas não estão sendo ofertados na vitrine E há o caso de Scarpa, que manifestou desejo de jogar na Europa e tem contrato só até o fim do ano. Mesmo no que diz respeito a ele, que pode sair em dezembro sem remuneração ao clube, o desejo do Alviverde é manter o meia.

Santos

O Santos não esconde a necessidade de vender direitos econômicos de jogadores para fazer dinheiro. A ideia, porém, é lucrar com atletas que não têm status de titular absoluto, como Kaiky, Felipe Jonatan e Lucas Braga. Os mais assediados, porém, são Marcos Leonardo, Ângelo e Lucas Pires.

Outro objetivo do Peixe é se livrar de atletas fora dos planos do técnico Fabián Bustos. São os casos de Allanzinho, Donizete, Ed Carlos, Jobson, Lucas Lourenço, Matheus Moraes, Tailson e Wesley Santos.

São Paulo

O São Paulo aguarda ansiosamente a chegada de propostas pelas suas principais joias. Passando por grave crise financeira, o clube colocou como meta arrecadar R$ 142 milhões em vendas de direitos de jogadores em 2022. Nesse cenário, o lateral Welington e os meias Igor Gomes e Rodrigo Nestor são os que aparecem com mais potencial para uma negociação. Ainda não há nenhuma oferta oficial, e o desejo do Tricolor é negociar pelo menos um deles por algo próximo a 10 milhões de euros (cerca de R$ 54,9 milhões).

Vasco

O lateral direito Léo Matos já não vinha sendo aproveitado pelo ex-técnico Zé Ricardo e agora, com o atual Maurício Souza, segue fora dos planos. O experiente jogador virou a terceira opção para o setor e pode ser negociado.

* Colaboraram: Yago Rudá, Diego Iwata, Brunno Carvalho, Lucas Musetti, Alexandre Araújo, Letícia Marques, Bruno Braz, Jeremias Wernek, Lohanna Lima e Victor Martins.

Futebol