PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Flamengo: 'Vaiar seu jogador durante o jogo é gol contra', diz Tironi

Do UOL, em São Paulo

18/05/2022 12h17

Classificação e Jogos

O Flamengo venceu a Universidad Católica por 3 a 0, pela Libertadores, resultado que garantiu o primeiro lugar do grupo, além de dar um pouco de tranquilidade ao time de Paulo Sousa após dias de críticas ao treinador e ao goleiro Hugo Sousa, que foram alvo das vaias de parte da torcida durante a partida no Maracanã.

No UOL News Esporte, Eduardo Tironi afirma que não consegue entender as vaias a um jogador do próprio time durante uma partida, como fizeram alguns rubro-negros na vitória sobre a equipe chilena.

"Com relação às vaias ao Hugo, eu tenho alguns anos de arquibancada e nunca vou entender uma torcida que vaia o seu jogador durante o jogo, ele está simplesmente fazendo o papel da torcida adversária, esse é o papel da outra torcida, é mais ou menos um gol contra que a torcida faz quando ela vaia o jogador durante o jogo", diz Tironi.

"Vaia depois, vaia no intervalo, vaia no final, faz qualquer coisa, durante o jogo para mim é inadmissível você vaiar um jogador e você não apoiar o seu time e o seu jogador enquanto a bola rola, eu acho que é um tremendo gol contra quando se faz isso", completa.

O jornalista também comenta as declarações do técnico Paulo Sousa, que lembrou que pagou uma multa rescisória para poder estar hoje no Flamengo e não pretende sair. Tironi cita a dificuldade que foi para o português desde a sua chegada no clube da Gávea.

"Interessantes as palavras do Paulo Sousa porque dão um pouco essa sensação de coesão dele e do grupo. Ele tem cinco jogos para mostrar serviço, um já passou, o Flamengo vai jogar muitos jogos em casa agora, o próximo jogo é contra o Goiás também no Maracanã, então tem uma fase da tabela interessante que pode ser da reação", diz Tironi.

"O Flamengo jogou bem e aí é um sinal para o Paulo Sousa, para a equipe, de que pode ter uma reação, ainda mais com essas palavras do Paulo Sousa de que pagou para estar aqui, é verdade, ele não é um cara que vai desistir e é impressionante a pressão que o Paulo Sousa sofre desde o dia em que ele chegou, chegou e já foi criticado porque não era o Jorge Jesus. Os resultados não vieram, 'cadê o Jorge Jesus?'. o Jorge Jesus fala o que falou 'traz o Jorge Jesus', aí a torcida ontem xinga todo mundo e pede pelo Jorge Jesus", conclui.

Futebol