PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dzyuba nega que tenha evitado convocação devido à guerra da Ucrânia

Artem Dzyuba é capitão, artilheiro e principal nome da seleção da Rússia - Reuters
Artem Dzyuba é capitão, artilheiro e principal nome da seleção da Rússia Imagem: Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/03/2022 18h20

Artem Dzyuba, um dos maiores artilheiros de todos os tempos da seleção da Rússia, negou no dia de hoje que tenha pedido ao técnico da seleção, Valeriy Karpin, que não o convocasse por causa do conflito na Ucrânia.

"Não ingressei na seleção russa por questões políticas, mas por circunstâncias familiares, e não quero entrar em detalhes. Parece que houve um mal-entendido, Valery (Karpin) me entendeu mal, ou suas palavras foram mal interpretadas", disse ele ao jornal Sport-Express.

Em um comunicado publicado pela Federação da Rússia, Valeriy Karpin disse que conversou com o atacante do Zenit e ele teria pedido para não ser convocado para a seleção devido à invasão russa à Ucrânia.

"Conversamos no domingo por telefone e ele me assegurou que tem muita vontade de jogar pela seleção. Porém, neste momento, devido à situação difícil na Ucrânia, onde ele tem muitos familiares, desculpou-se e pediu para não entrar na próxima convocatória", disse Karpin, em entrevista publicada no site da União Russa de Futebol.

A Rússia foi suspensa do futebol internacional pela Uefa e pela Fifa devido ao conflito na Ucrânia e expulsa das eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar, que será realizada no final deste ano.

Futebol