PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Posse de Bola #192: Galo sem técnico, Fla volta e quem será a quarta força?

Do UOL, em São Paulo

10/01/2022 12h21

Enquanto Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras contam com elencos dos quais se espera uma disputa pelas principais competições assim como ocorreu em 2021, clubes como Corinthians, Fluminense e São Paulo se reforçam em busca da afirmação como quarta forca do futebol brasileiro na temporada 2022.

No podcast Posse de Bola #192, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, José Trajano e Mauro Cezar Pereira analisam quem parece sair na frente de acordo com as chegadas e saídas, assim como a situação do Galo, que ainda não definiu a contratação de um treinador, mas continua se movimentando no mercado da bola.

Ouça também o boletim do Posse com Arnaldo e Tironi; exclusivo na Apple Podcasts

Trajano afirma que, por mais que o Corinthians, o São Paulo e o Fluminense tenham feito contratações importantes, é preciso considerar também para este posto de quarta força o Fortaleza e o Red Bull Bragantino, que surpreenderam em 2021.

"O São Paulo é um eterno ponto de interrogação. Está se mexendo, vem o Nikão, se vier o Soteldo, eu gosto do baixinho, joga bem, o Patrick também é bom jogador. Mas se tomar por base a temporada que se encerrou, Bragantino e Fortaleza foram os times que se destacaram, quarto, quinto lugar, final da Sul-Americana e tal", diz Trajano.

Mauro Cezar aponta como desafio para o técnico Sylvinho resolver um desequilíbrio que se aponta no elenco do Corinthians, já que o clube se reforçou no meio de campo no setor de criação, mas não na marcação, o que vai requerer um bom trabalho sem a bola.

"A formação do elenco é meio que misteriosa, porque você tem vários jogadores de meio-campo, mas nenhum volante. Então o Sylvinho terá que conseguir montar um time que jogue, é possível jogar sem um volante característico, mas que consiga jogar com e sem a bola, é um trabalho mais difícil. Não é impossível, pelo contrário, há equipes que jogam assim, que não têm um volante característico, mas o Sylvinho fica mais desafiado ainda com Paulinho, Giuliano, Renato Augusto, todo esse pessoal", diz o jornalista.

Mauro Cezar também destaca a forma como o Atlético-MG faz contratações sem saber se os jogadores se encaixam no perfil do próximo técnico, que ainda não foi definido.

"O próprio Atlético-MG também contratou agora o Godín, que está com covid, zagueiro veterano e que tem características totalmente diferentes do Junior Alonso, que está indo embora, e não tem técnico ainda, então você contrata um zagueiro que não deve ser um jogador barato, sem saber qual vai ser a proposta de jogo do time. A partir daí você vê como as coisas acontece, no futebol brasileiro. Até o campeão acaba dando esses passos que são bem arriscados", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol