PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vitor Guedes: Corinthians é um time envelhecido, muitos veteranos juntos

Do UOL, em São Paulo

08/12/2021 13h20

O Corinthians encaminha as renovações de contrato com o goleiro Cássio e o lateral Fagner, que devem ficar por mais dois anos no clube, que tem outros jogadores acima dos 30 anos, como é o caso de Gil Fábio Santos, Renato Augusto, Giuliano, Willian e Jô, além da expectativa pelo anúncio de Paulinho como reforço para a próxima temporada.

No UOL News Esporte, Vitor Guedes afirma que pode ser um problema o clube ter tantos veteranos ao mesmo tempo em um futebol que exige tanta intensidades e em um calendário no qual o Corinthians terá a Libertadores e pretende disputar títulos importantes, colocando como um exemplo o Palmeiras, que abriu mão de Felipe Melo e Jailson mesmo depois de conquistar o título continental.

"Eu acho que todos eles, inclusive o Cássio, que está muito mal e para mim é o maior goleiro da história do Corinthians, podem jogar no Corinthians, o problema é todos juntos e o tempo de contrato. O Corinthians deu dois anos agora para o Fabio Santos, está dando dois anos para o Fagner, dois anos para o Cássio, tem ainda o Gil, é um time muito envelhecido e está jogando todas as fichas em uma temporada só, o Corinthians está fazendo um contrato com essas pessoas", diz Guedes.

"Só que se não ganhar no ano que vem, e o investimento não é para o Paulista, é um investimento caro, para ganhar uma Libertadores, esse elenco não tem caixa para duas temporadas, é um elenco que ou vai ou racha e é muito veterano junto. Eu não faria, eu acho que o futebol não aceita gratidão, o Palmeiras agora eu acho que fez certo, o Felipe Melo acabou de ganhar, o Jailson acabou de ganhar, legal", completa.

Para o jornalista, ainda que pudesse renovar os contratos dos jogadores mais veteranos, o Corinthians não deveria fazer por dois anos, considerando também a possibilidade de acomodação ao dar contratos de 2 anos a jogadores que estão há tanto tempo no Corinthians.

"Todos eles juntos eu não vejo no futebol de hoje, com a intensidade que tem, os jogos que tem, eu acho um tiro n'água. O Corinthians tem um problema, esses caras estão muito tempo no clube, escolhem treinador, reclamam, já viraram meio donos do clube, eu não faria esses contratos, ainda mais de dois anos. Se fosse por mais uma temporada, vamos jogar tudo ano que vem, tem Libertadores, mas eu acho muito tempo e você acomoda com dois anos de contrato", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol