PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-MG brilha em jogo da taça e bate o Bragantino no Mineirão

Keno comemora o gol que abriu o placar para o Atlético-MG diante do Bragantino - Fernando Moreno/AGIF
Keno comemora o gol que abriu o placar para o Atlético-MG diante do Bragantino Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Lohanna Lima e Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

05/12/2021 17h56

Classificação e Jogos

Com o Mineirão tomado para a entrega da taça do Campeonato Brasileiro, o Atlético venceu o Red Bull Bragantino, por 4 a 3, na tarde deste domingo (5), pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um confronto muito aberto, as duas equipes buscaram jogo o tempo todo e proporcionaram uma bela partida para os mais de 60 mil torcedores no Gigante da Pampulha. Os gols do Galo foram marcados por Keno, Zaracho, Savarino e Hulk. O Bragantino anotou com Ytalo e Arthur, duas vezes.

Com o resultado, o Atlético aumentou a vantagem na ponta para 84 pontos. No jogo de despedida da competição, na próxima quinta-feira (9), a equipe enfrenta o Grêmio, que luta para se salvar do rebaixamento.

Já o Bragantino estacionou nos 53 e precisa de uma vitória, diante do Internacional, na última rodada, para garantir uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores sem depender de outros resultados.

Cronologia do jogo:

Primeiro tempo:

O primeiro tempo foi de movimentação dos dois lados em busca do gol até os 15 minutos. O Atlético passou a ser um pouco mais incisivo e abriu o placar aos 20, com Keno, que roubou a bola no campo de ataque, arrancou e chutou rasteiro de longe. Aos 37, Luan Cândido acertou o travessão de Everson e, um minuto depois, Ytalo marcou de rebote após o goleiro alvinegro defender o chute de Arthur.

Segundo tempo

O Atlético voltou com Allan na vaga de Jair e o Bragantino com a mesma equipe. Logo aos 2, Artur virou o jogo em belo chute de Arthur, na segunda trave, após cobrança de escanteio. O Galo buscou o empate aos 7 com Zaracho, que recebeu bela assistência de Keno. Após paralisação para substituição do assistente Sidimar do Santos, o jogo deu uma esfriada, Mas aos 32, Savarino desempatou a partida após jogada de Hulk e Zaracho. Aos 43, Hulk marcou o quarto gol, mas o Bragantino ainda diminuiu com Arthur aos 55.

Espectadores ilustres

Vargas e Nacho assistiram à partida de um dos camarotes do Mineirão já que não foram relacionados para o jogo. Além dos jogadores, o massagista Belmiro Oliveira que é um dos funcionários mais antigos do clube e já fazia parte do Atlético no título de 1971, esteve nas arquibancadas vendo o jogo e recebendo o carinho do torcedor. O ex-atacante Reinaldo, ídolo de várias gerações, foi outro a comparecer no meio da torcida.

Keno, o imparável

Após garantir o título com os gols da virada do Atlético diante do Bahia, o atacante Keno segue imparável. Foi dele o gol que abriu o placar no Mineirão nesta tarde e a assistência para o gol de Zaracho.

Substituição na locução

Voz oficial do Mineirão, a locutora Pollyana Andrade amanheceu rouca e foi substituída pela irmã Isabel de Andrade. A curiosidade foi divulgada pelo perfil oficial do estádio e a semelhança das vozes fez com que muitos torcedores nem percebessem a diferença.

Situação inusitada

O auxiliar Sidmar dos Santos sentiu uma contusão e precisou ser substituído. Em um primeiro momento, o quarto árbitro Sávio Pereira Sampaio, foi preparado para substituir o assistente. No entanto, mais uma troca ocorreu. Oberto da Silva Santos, assistente do VAR e experiente na função de bandeirinha foi quem entrou no jogo. A ação durou cerca de sete minutos.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 4 x 3 RED BULL BRAGANTINO
Motivo: 37ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 5 de dezembro de 2021
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Wagner Reway (PB)
Gols: Keno, Zaracho, Savarino e Hulk (Atlético); Artur (2) e Ytalo (Bragantino).
Cartões amarelos: Hulk (Atlético). Helinho e Arthur (Bragantino)

ATLÉTICO-MG: Everson, Mariano, Junior Alonso, Nathan Silva (Rever, aos 49 minutos do segundo tempo) e Guilherme Arana; Jair (Allan, no intervalo), Tche Tche (Alan Franco, aos 11 minutos do segundo tempo) e Zaracho; Nathan (Savarino, no intervalo), Keno e Diego Costa (Hulk, aos 11 minutos do segundo tempo). Técnico: Cuca.

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Natan, Fabrício Bruno e Luan Cândido; Jadsom Silva, Emiliano Martinez (Praxedes, aos 37 minutos do segundo tempo), Cuello (Bruno Tubarão, aos 37 minutos do segundo tempo); Artur, Helinho e Ytalo (Alerrandro, aos 43 do segundo tempo). Técnico: Maurício Barbieri.

Futebol