PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte Histórias

Podcast de investigação sobre histórias marcantes do esporte


Sobre meninos e porcos - Epísódio 2: 'E ninguém vai me segurar'

Do UOL, em São Paulo

01/12/2021 04h00

Em 1985, um soldado da Polícia Militar de São Paulo se surpreendeu ao revistar uma mala que um torcedor do Palmeiras levava ao clássico contra o Corinthians no Pacaembu. Em campo, Casagrande faria o gol da vitória corintiana no Brasileiro daquela, e fora dele os policiais evitaram o que poderia ser uma tragédia.

Junto com um membro da Torcida Uniformizada do Palmeiras, o policial encontrou cerca de 30 bombas caseiras, de acordo com o relato dos jornais e revistas da época. Ao prestar depoimento na delegacia, o torcedor, identificado como Gildemir Nascimento, afirmou que o plano era explodi-las dentro do estádio contra a torcida adversária.

"Ia morrer muita gente se a polícia não pega, inclusive a gente", afirmou José Carlos Burti, então presidente da TUP. Na época, ele foi indiciado pela polícia, mas acabou se livrando da acusação por falta de provas de sua ligação com a confecção dos artefatos.

Sobre meninos - UOL - UOL
Podcast "UOL Esporte Histórias - Sobre Meninos e Porcos" - Episódio 2: E ninguém vai me segurar
Imagem: UOL

A revista "Placar" noticiou assim o caso:

"Havia um miniarsenal de bombas caseiras na pequena mala plástica carregada por Gildemir Nascimento, sócio da TUP. Se a maior das bombas explodisse, mataria pelo menos 2 mil dos 25 mil torcedores que foram domingo ao Estádio do Pacaembu ver a derrota do Palmeiras por 1 a 0 para o Corinthians, gol de Casagrande."

Burti é um dos entrevistados do segundo do segundo episódio do podcast "Sobre meninos e porcos", a terceira temporada de "UOL Esporte Histórias", que acaba de ser lançado. Intitulado "E ninguém vai me segurar", o episódio narra como as organizadas produziam a festa nos estádios e a luta política no alvorecer da democracia nos anos 80. E também como se digladiavam nas ruas de São Paulo.

Sobre meninos e porcos

"Sobre Meninos e Porcos" é a terceira temporada do premiado podcast UOL Esporte Histórias, que conta a história de como as torcidas organizadas saíram da festa e chegaram à violência. O relato é centrado no assassinato de Cleo Sóstenes nos anos 1980, considerado o marco da chegada das armas de fogo às brigas de torcida. Você pode conhecer essa história, que os repórteres Adriano Wilkson e Daniel Lisboa investigam há um ano, em um podcast de seis episódios:

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir UOL Esporte Histórias, por exemplo, no Spotify, na Apple Podcasts e no Youtube.