PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quem é a empresária e ex-modelo que negociou venda bilionária do Newcastle

Amanda Staveley, uma das donas dos Newcastle,ao lado do marido Mehrdad Ghodoussi - Getty Images
Amanda Staveley, uma das donas dos Newcastle,ao lado do marido Mehrdad Ghodoussi
Imagem: Getty Images

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/10/2021 04h00Atualizada em 21/10/2021 10h49

O Newcastle foi oficialmente vendido ao fundo de investimentos públicos da Arábia Saudita (PIF, em inglês). Após a confirmação da negociação, a empresária Amanda Staveley, que detém 10% do clube inglês, declarou que o novo projeto planeja conquistar títulos no prazo de 5 a 10 anos.

"Nosso plano é conseguir títulos em um prazo de 5 a 10 anos. Estamos orgulhosos de fazer parte da Premier League. O futebol da Premier League é o melhor do mundo, e o Newcastle United é a melhor equipe do mundo. Ganhar troféus requer paciência, investimento e tempo. Queremos que todos trabalhem conosco para construir o clube para o que ele merece ser", disse Staveley.

Mas quem é essa empresária misteriosa, sem qualquer contato prévio com o futebol e que já assumiu posto de liderança do novo clube mais rico do mundo? Amanda Staveley tem 48 anos, é inglesa e desenvolveu forte ligação com algumas famílias reais do chamado "mundo árabe".

Amanda Staveley detém 10% do Newcastle - PA Images via Getty Images - PA Images via Getty Images
Imagem: PA Images via Getty Images

É que seu restaurante, projeto de quando tinha apenas 23 anos, virou referência por ficar próximo ao Hipódromo de Newmarket, um famoso complexo de corridas em Suffolk, na Inglaterra. Pela qualidade e proximidade, o estabelecimento logo passou a ser frequentado pelos donos dos estábulos, entre eles, um sheik dos Emirados Árabes. Foi a porta de entrada para ela fazer importantes contatos.

Além de dona do restaurante, Staveley investiu bastante em ações após anos de estudos para se tornar consultora financeira. Nessa época, ela começou a construir uma fortuna que hoje está próxima de R$ 1 bilhão. Antes de acumular essa riqueza, ela foi modelo fotográfica, trabalho que fazia para ter uma renda extra.

Não só pela atuação profissional, Amanda também ficou muito conhecida pela sua vida pessoal.

Rejeitou casamento com príncipe Andrew

Staveley também é bastante conhecida por ter mantido um relacionamento de dois anos com o príncipe Andrew, segundo filho da rainha Isabel II, do Reino Unido, e do príncipe Filipe, Duque de Edimburgo. Eles se conheceram em uma reunião em 2001 e iniciaram o romance.

A situação foi ficando cada vez mais séria até que o príncipe a pediu em casamento. Amanda, no entanto, recusou. Ela não estava nem um pouco interessada em se tornar um membro da família real e tudo o que isso representa. "Andrew é um homem muito amoroso e desejo o melhor para ele. Mas se eu casasse com ele, perderia minha independência e foi por isso que que disse não", explicou ao Daily Mail.

Doença de Huntington

Em 2013, Staveley foi diagnosticada com a Doença de Huntington, condição hereditária em que as células nervosas do cérebro se rompem ao longo do tempo. Não existe cura, mas medicamentos, fisioterapia e psicoterapia podem ajudar a controlar alguns sintomas. Sua mãe tinha a mesma doença.

Os médicos afirmaram que a doença está "adormecida", mas que alguns gatilhos podem ativá-la. Entre os problemas estão o estresse e a pressão no trabalho. Amanda ainda não teve nenhuma experiência com o futebol, mas lidar com ações e a família real árabe, por outro lado, não deve ser menos estressante.

Futebol