PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos e Sport empatam em 0 a 0 em jogo sem inspiração na Arena Pernambuco

Bruno Fernandes

Colaboração para o UOL, em Maceió

17/10/2021 22h26

Classificação e Jogos

No meio do segundo tempo, o atacante Marinho se posicionou para bater uma falta da intermediária. Ele iria bater direto, era claro. O narrador da partida no Premiere, Rembrandt Junior, avisou: "Será que vamos ter um mini-míssil aleatório?" O santista correu, chutou e a bola bateu na barreira.

A cena acima resume o empate em 0 a 0 entre Santos e Sport pela 27ª rodada da Série A do Brasileirão, hoje (17), na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata: um jogo sem muita inspiração, com muita defesa e poucos lances de perigo —exceção para dois lances em que Jandrei, que estreava pelo Santos, fez boas defesas.

Com o ponto somado, o Leão continua na zona de rebaixamento, ocupando a 18ª posição, com apenas 27 pontos somados. Já o Peixe, subiu uma colocação na tabela e agora é o 15º, com 29 pontos, um a mais que o Juventude, que abre a degola.

Na próxima rodada, no sábado (23), às 21h, o Santos recebe o América-MG, na VIla Belmiro, Na segunda (25), às 21h30, o Sport encara o Palmeiras, no Allianz Parque.

Foi bem: Camacho sendo peça fundamental de ligação

Guilherme Camacho foi peça fundamental na partida para o Santos, sendo responsável por fazer a maioria das ligações entre a defesa e o ataque santista, conseguindo manter um ritmo constante de chegadas no gol do Sport e não desperdiçando nenhuma bola. A redonda passou e ele também a procurou, mas o meia sofreu com a falta de chegada dos jogadores responsáveis pelo ataque, que foram cobrados pelo durante entrevista ao SporTV no intervalo da partida.

Foi mal: Marcos Guilherme insiste no erro e é substituído

Marcos Guilherme, do Santos, não esteve em sua melhor noite e perdeu sete bolas em disputa direta com os adversários. Bolas que resultaram em algumas das jogadas de perigo por parte do Sport e que poderiam facilmente resultar em um gol. Por conta dos erros, acabou sendo substituído pelo técnico Fábio Carielle que colocou Madson no lugar.

Jandrei estreia com a mão direita

O goleiro Jandrei estreou bem pelo Santos na partida de hoje, com duas defesas que poderiam ter resultado na derrota da equipe em território rival. Contratado pelo clube em agosto, o arqueiro substituiu João Paulo, suspenso após tomar o terceiro amarelo diante do Atlético-MG, na última quarta-feira (13), em Belo Horizonte. Jandrei não atuava em uma partida oficial como titular desde 14 de outubro de 2020, jogo que defendeu o Athletico-PR contra o Corinthians.

Sport aposta na marcação para evitar surpresas

O Leão prezou pela marcação pesada no ataque santista, priorizando o atacante Marinho, para evitar uma surpresa. A marcação foi mais dura enquanto Marinho e os demais jogadores do Peixe ainda tinham fôlego. O time recifense mudou de postura quando percebeu a defesa santista um pouco desorientada em algumas ocasiões e passou a atacar mais em lances com Marcão, José Welison e Mikael, mas nem o volante e nem os atacantes estavam em noite inspirada para marcar.

Peixe é parado pela marcação do Leão

O Peixe teve um ritmo lento durante boa parte do jogo, recuado e travado na marcação do Sport, o que proporcionou dificuldade criativa e poucas chances para Marinho aparecer. A cara da partida mudou um pouco apenas nos minutos finais da primeira etapa, quando uma bola na trave animou os jogadores santistas. A intensidade do jogo, no entanto, voltou a cair nos minutos iniciais da segunda etapa, permitindo que o Sport conseguisse se infiltrar com mais frequência na defesa santista, que não conseguiu ter uma boa comunicação na partida e não levou gol por demérito do Leão.

Cronologia

O Sport tentou abrir o placar em um contra-ataque rápido com Gustavo Oliveira, aos 17 minutos. Já pelo lado do Peixe, a única boa chance durante o primeiro tempo foi um chute na trave de Lucas Braca, aos 41. Na volta para a segunda etapa, o Sport aumentou a intensidade de jogo e mandou na trave santista logo aos 2 minutos, com José Welison, voltando a atacar novamente aos 24, com Mikael e aos 45, com Paulinho Moccelin.

Lance do duelo entre Sport e Santos, na Arena Pernambuco - Paulo Paiva/AGIF - Paulo Paiva/AGIF
Lance do duelo entre Sport e Santos, na Arena Pernambuco
Imagem: Paulo Paiva/AGIF

Sport muda de casa até o fim do Brasileirão

A partida diante do Santos foi a primeira do Sport na "nova casa". Por conta das dificuldades para a manutenção da Ilha do Retiro, o rubro-negro de Recife vai mandar suas partidas na Arena Pernambuco até o fim da temporada. A diretoria precisaria realizar um alto investimento se adequar às normas e restrições impostas pelo Governo de Pernambuco e pela CBF, o que foi descartado pelo clube. O Leão já atuou como mandante no local nas partidas contra Fortaleza, Juventude e Corinthians

Ficha técnica
Sport 0 x 0 Santos

Data: 17/10/2021
Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE)
Hora: 20h30h (de Brasília)
Cartões amarelos: Carlos Sánchez (Santos), Madson (Santos), Wagner Leonardo (Sport), Sander (Sport).

Sport: Mailson, Ewerthon, Sabino, Rafael Thyere, Sander, Zé Welison, Marcão, Luciano Juba (Paulinho Moccelin), Gustavo (Tréllez), Everaldo (Leandro Barcia) e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín.

Santos: Jandrei, Danilo Boza, Velázquez, Wagner (Felipe Jonatan), Marcos Guilherme (Madson), Camacho, Vinícius Zanocelo, Carlos Sánchez (Luiz Henrique), Lucas Braga, Marinho (Ângelo) e Raniel (Diego Tardelli). Técnico: Fábio Carielle.

Futebol