PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Guto avalia empate como positivo e elogia passagem de Mancini no América-MG

Bruno Fernandes

Colaboração para o UOL, em Maceió (AL)

17/10/2021 00h06

Classificação e Jogos

O técnico do Bahia, Guto Ferreira, avaliou como positivo o empate em 0 a 0 com o América-MG, na noite de hoje (16), na Arena Independência, em Belo Horizonte. Para o treinador, empatar com uma equipe que perdeu apenas para o Internacional nos últimos 10 jogos mostra que o time está no caminho certo.

Durante o jogo que também marcou a terceira partida da equipe baiana sem levar gols, o Esquadrão de Aço manteve uma linha defensiva organizada, o que evitou a inauguração do placar por parte do adversário em inúmeras oportunidades. O time, no entanto, sente falta das assistências de Rossi, lesionado desde o dia 4 de setembro e não consegue criar jogadas ofensivas.

"O caminho é esse, é não tomar e a gente fazer em vários jogos o nosso gol que nós vamos conseguir os triunfos que vão nos levar a onde a gente quer", avaliou Guto ao fim da partida durante coletiva à imprensa.

"Mancini deu uma guinada quando chegou"

Para Guto, o Coelho poderia estar melhor posicionado na tabela do Brasileirão e não foi nenhum demérito empatar com a equipe, que segundo ele, começou mal na competição e sofreu uma guinada com a chegada de Vagner Mancini, que deixou o time para ir ao Grêmio.

"O América-MG chegou na semifinal da Copa do Brasil no ano passado e se reforçou. Isso mostra a qualidade do adversário. Nos últimos 10 jogos eles só perderam para o Inter. O momento na tabela com 32 pontos é porque começaram mal e o Mancini deu uma guinada quando chegou".

Com o resultado, o Bahia conseguiu escapar, por enquanto, da zona de rebaixamento e agora soma 28 pontos, na 15ª posição. Na próxima rodada, no domingo (24), às 20h30, o Bahia recebe a Chapecoense, na Arena Conte Nova.

Futebol