PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Red Bull Bragantino abre 2 a 0, mas Ceará empata nos acréscimos

Bruno Fernandes

Colaboração para o UOL, em Maceió

17/10/2021 20h18

Classificação e Jogos

O Red Bull Bragantino chegou a abrir 2 a 0, mas acabou empatando com o Ceará por 2 a 2 hoje (17) na Arena Castelão, em Fortaleza. Os gols da partida foram marcados por Helinho, no primeiro tempo, e Alerrandro, na segunda etapa, para o time paulista. Fabrício Bruno, do Bragantino, marcou contra e Gabriel Lacerda empatou nos acréscimos.

Com o resultado, o Vovô abriu vantagem de três pontos para a zona de rebaixamento e subiu para a 13ª posição com 31 pontos, três a mais que o Juventude, que abre a degola com 28. Já o Massa Bruta vai a 42 pontos, ocupando o 5º lugar na tabela — perdendo uma posição para o Palmeiras, que venceu hoje.

O Ceará volta a campo na quarta-feira (20) para enfrentar justamente o Palmeiras, novamente em casa. Já no domingo (24), às 18h15, o Red Bull Bragantino recebe o São Paulo, no Nabi Abi Chedid.

Ceará 0 x 1 Bragantino

Ceará 0 x 2 Bragantino

Ceará 1 x 2 Bragantino

Ceará 2 x 2 Bragantino

Foi bem: Cleiton paredão

Mesmo não marcando gols, o goleiro Cleiton, do Red Bull Bragantino, foi o nome do jogo. O Ceará tentou por diversas vezes passar pelo paredão com chutes de Erick e Vina. Ao longo da partida, o defensor até chegou a sair próximo ao meio do campo para adiantar o jogo, mostrando também habilidade com os pés. Foi por causa dele que o empate só saiu nos acréscimos —ele não teve culpa em nenhum deles. O primeiro foi um gol contra de Fabrício e o segundo, após a bola desviar na defesa.

Foi mal: defesa do Ceará

Erro diante do Bragantino são fatais. No primeiro tempo, quem cometeu o erro foi o lateral Igor, na saída de bola do Ceará. A falha originou uma bela troca de passes do ataque do Bragantino e uma finalização de Helinho, que bateu colocado, sem chance para Richard. No segundo, foi a vez do goleirão do time cearense. Em uma bola esticada para Alerrandro, Richard estava muito adiantado. O atacante do Braga chutou de longe, mas o quique da bola bastou para que Richard aceitasse.

Erick desmascarado pelo árbitro de vídeo

O atacante Erick proporcionou uma atuação digna de Oscar para os torcedores cearenses presentes na Arena Castelão. Luan, do Bragantino, armou o bote aos 14 minutos da primeira etapa para conter o ataque, mas Erick pulou e caiu sem ser tocado. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães marcou pênalti, mas o VAR anulou.

Ceará ataca, mas falha nas finalizações e na defesa

O Vozão se portou bem durante todo o jogo, sempre conduzindo jogadas de ataques por lados variados do campo, evitando uma previsibilidade da equipe adversária. Erick e Vina foram responsáveis pelos principais chutes no gol do goleiro Cleiton.

Apesar das tentativas, o Ceará apostou mais em chutes diretos e que no final resultaram no gol que garantiu o empate da equipe, mesmo contado com a ajuda de um desvio na defesa adversária e um gol contra marcado por Fabrício Bruno. A zona defensivam no entanto, não teve a mesma boa atuação de rodadas anteriores e sofreu dois gols em duas falhas.

Bragantino aproveita erros do rival, mas vacila

O Red Bull Bragantino mostrou superioridade durante o primeiro tempo, sempre marcando bem a saída de bola do Ceará, que inclusive resultou no gol que abriu o placar na Arena. Depois do gol, a equipe de Maurício Barbieri, mesmo recuada, ampliou o placar após uma falha defensiva do Vovô. Richard, goleiro do Ceará, estava adiantado e Alerrandro chutou de longe para marcar. Com dois gols assinalados, o Red Bull Bragantino recuou e, com a bola mais tempo na zona defensiva, a falta de comunicação dos zagueiros foi inevitável, fazendo a equipe perder a chance de dormir no G-4 da tabela.

Cronologia

O Red Bull Bragantino abriu o placar aos 11 minutos com gol de Helinho. Três minutos depois o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães marcou pênalti para o Ceará, anulado após revisão do VAR. No segundo tempo, aos 24 minutos, Alerrandro aproveitou mais uma falha defensiva do Ceará e ampliou. O Ceará teve o primeiro gol marcado no jogo pelo defensor rival, Fabrício Bruno, aos 45. Gabriel Lacerda, aos 52, empatou para o Ceará.

Stiven Mendonza vaiado antes da metade do jogo

O meia Stiven Mendoza, que estava no Departamento Físico do Ceará há pouco menos de um mês, errou alguns passes e passou a ser vaiado pelos torcedores nas vezes em que tocou na bola na Arena Castelão. Dentro de campo, Mendonza teve uma atuação relativamente discreta e participou de poucas jogadas que terminaram em finalizações de perigo, até ser substituído após o fim da primeira etapa. Lima entrou em seu lugar.

Ficha técnica
Ceará 2 x 2 Red Bull Bragantino

Data: 17/10/2021
Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Hora: 18h15h (de Brasília)
Cartões amarelos: Luan Cândido (Bragantino), Emiliano Martínez (Bragantino), Hurtado (Bragantino), Pedrinho (Bragantino), Cristiano (Bragantino) e Bruno Pacheco (Ceará).
Gols: Helinho (Bragantino) aos 11 do primeiro tempo, Alerrandro, aos 24, Fabrício Bruno, aos 45 e Gabriel Lacerda aos 52. Todos no segundo tempo.

Ceará: Richard, Igor, Messias, Bruno Pacheco (Kelvyn), Mendoza (Lima), Gabriel Lacerda, Marlon (Gabriel Santos), Vina, Cléber e Erick. Técnico: Tiago Nunes

Red Bull Bragantino: Cleiton, Aderlan, Fabrício Bruno, Natan, Luan Candido, Jadsom, Emi Martínez (Luciano), Pedrinho (Gabriel Novaes), Helinho (Cristiano), Jan Hurtado (Alerrandro) e Cuello (Weverton). Técnico: Maurício Barbieri.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que informado anteriormente, Stiven Mendoza não foi substituído aos 24 minutos da segunda etapa, mas sim após o fim do primeiro tempo. O erro foi corrigido.
Ao contrário do que foi publicado, o próximo jogo do Ceará no Brasileirão é contra o Palmeiras na quarta-feira, não contra o Juventude no sábado. O erro foi corrigido.

Futebol