PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Mauro: Lição deixada pelo Cruzeiro não está sendo aprendida por todo mundo

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

16/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

A greve de jogadores do Cruzeiro por causa de salários atrasados foi um dos temas abordados por Mauro Cezar no quadro "Fala, Maurão". O colunista do UOL Esporte diz que a crise apenas mostra que o poço parece não ter fundo e alerta: a história recente do Cruzeiro deve servir de referência para outros clubes brasileiros.

"A greve de jogadores no Cruzeiro por conta de salários atrasados apenas mostra que o poço parece que não tem fundo. Cada vez a coisa piora. Não anda, e é um elenco dos mais caros da Série B. Essa greve já aconteceu em outros clubes do Brasil, mas no Cruzeiro é mais um capítulo de uma terrível história que vem se arrastando, e deve ser sempre lembrada para que outros clubes e os torcedores deles fiquem atentos", diz Mauro Cezar.

O jornalista vê exemplos de outros clubes seguindo o mesmo caminho do Cruzeiro e diz que a lição deixada pelo clube celeste não está sendo aprendida por todos.

"E tem clube querendo 'cruzeirar' por aí. Vai acumulando dívidas, acumulando dependências com relação a alguns personagens, sempre acreditando que uma hora a coisa vai mudar... Pode até ganhar títulos nesse intervalo, mas o risco existe. E a lição deixada pelo Cruzeiro não está sendo aprendida por todo mundo, não. Abram seus olhos", acrescenta.

Com chances pequenas de acesso, o Cruzeiro volta a campo apenas no dia 22, sexta-feira, quando visita o Avaí, na Ressacada, pela 31ª rodada da Série B.

Cruzeiro